Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vazamento de fotos rende processo de US$ 100 mi contra o Google

A empresa está sendo acionada na Justiça por um escritório de advocacia de Los Angeles, que representa algumas das celebridades que tiveram suas imagens íntimas espalhadas na internet

O recente vazamento de fotos íntimas de celebridades pode custar caro ao Google: mais de 100 milhões de dólares. De acordo com a revista americana Variety, um escritório de advocacia de Hollywood vai entrar com uma ação milionária contra a empresa.

Em carta endereçada ao diretor-executivo e ao presidente do Google, respectivamente Larry Page e Eric Schmidt, o advogado Marty Singer acusa a empresa de ter falhado em remover as imagens de sites como YouTube e Blogspot e de facilitar a hospedagem de endereços virtuais que continham as fotos roubadas. “O Google está fazendo milhões de dólares com a vitimização de mulheres”, escreveu o advogado. Ele representa algumas das atrizes, modelos e atletas – cujos nomes não foram citados – que tiveram fotos íntimas espalhadas na internet após suas contas na Apple iCloud serem hackeadas.

Leia também:

Vazam fotos de Jennifer Lawrence, de ‘Jogos Vorazes’, nua

Kaley Cuoco posa ‘nua’ no Instagram para provocar hacker

Mais de 100 famosas teriam sido alvo de vazamento de fotos

Nova leva de celebridades tem fotos íntimas vazadas

Singer afirma que o seu escritório enviou uma série de pedidos ao Google para que as fotos fossem removidas dos sites hospedados, de acordo com a Lei dos Direitos Autorais do Milênio Digital. Segundo a publicação, os representantes da empresa não se pronunciaram até o momento.

O vazamento de fotos de mais de 100 celebridades teve início no último dia 31 de agosto. Entre elas, estavam as atrizes Jennifer Lawrence, Kirsten Dunst, Kaley Cuoco e Mary Elizabeth Winstead, as cantoras Ariana Grande e Victoria Justice, a goleira americana Hope Solo e a modelo Kate Upton. No final de setembro, uma nova leva de imagens íntimas surgiu na internet. A cantora Rihanna, a modelo Kim Kardashian e a atriz Vanessa Hudgens foram algumas das vítimas dessa segunda onda.