Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Uma seleção de bares para curtir a Happy Hour em Porto Alegre

Confira os endereços da categoria que valem a visita; mais diversas opções com música ao vivo, para dançar e para aproveitar o fim de noite

O roteiro a seguir integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER Porto Alegre 2018/2019:

20BARRA9 — Carniceria Bar
Neste bar que homenageia a Revolução Farroupilha, os visitantes costumam confabular enquanto administram caipirinhas de limão e bergamota (R$ 25,00) ou long necks de cerveja Corona (R$ 13,00). Boa pedida para  distrair a fome é a tábua que carrega 350 gramas de entrecôte, chimichurri, farofa e dois acompanhamentos, como purê de batata-doce com hortelã e bolinho de aipim frito (R$ 45,00). O sanduíche com lascas de filé-mignon, queijo colonial e maionese no pão francês virou um clássico (R$ 25,00). Rua Hilário Ribeiro, 287, Moinhos de Vento. Não tem telefone (80 lugares). 11h30/23h30; Casa Destemperados Brasil, Rua Marquês do Herval, 82, Moinhos de Vento, ☎ 3907-3906. 18h/22h (fecha seg.). Aberto em 2015.

A Virgem
O bar irreverente deve sua fama a drinques com nomes engraçadinhos como o naqueles dias, feito com vodca, morango, maracujá, pimenta e gengibre (R$ 17,00). Para comer, faz sucesso a costela de porco com barbecue, purê de batata-baroa e geleia de pimenta, que é servida durante a semana e dá direito a dois chopes pilsen da cervejaria Salva (R$ 40,00). Rua Olavo Bilac, 251, Cidade Baixa, ☎ 98604-3864 (180 lugares). 18h/1h (sex. e sáb. 18h/2h). Aberto em 2011.

Bar do Gomes
O preferido das mulheres no bairro, ele chama atenção pela carta com 35 cervejas e noventa rótulos de vinho. Do primeiro grupo, a mais recomendada é a lager alemã Beck’s (R$ 11,80, 275 mililitros); do segundo, o cabernet sauvignon chileno Errazuriz 1870 Reserva (R$ 84,00, 750 mililitros). Para quem prefere um drinque, há o clássico rabo de galo, feito aqui com bitter de jambu (R$ 23,00). O espaguete ao molho de limão-siciliano com espetinho de camarão grelhado e flambado é uma das boas escolhas para equilibrar o álcool (R$ 56,00). Rua Fernando Gomes, 58, Moinhos de Vento, ☎ 3346-3812 (200 lugares).12h/14h e 18h/0h (sáb. só jantar; fecha dom.). Aberto em 2014.

Barranquinho
A happy hour do caçula da churrascaria Barranco costuma ser movida a cerveja pilsen da marca artesanal Portoalegrense (R$ 22,00, 600 mililitros) e a petiscos substanciosos como polenta frita com queijo gratinado (R$ 23,00). Para quem busca uma refeição digna do nome, a dica é o filé à parmigiana, acompanhado de arroz e fritas (R$ 84,00, para duas pessoas). Para encerrar, torta de sorvete com calda quente de chocolate (R$ 24,00). Avenida Protásio Alves, 1538, ☎ 3333-9992 (260 lugares). 11h30/1h. Aberto em 2004.

Brechó do Futebol
A procura em dias de partidas decisivas é tanta que o bar passou a cobrar R$ 10,00 de consumação mínima em jogos de torneios como a Libertadores. Os pints de chope artesanal Baldhead Ipa (R$ 20,00), Barley (R$ 16,00) e Bodoque Apa (R$ 18,00) têm torcida garantida. Para mastigar, os campeões de pedidos são a pizza de carne de panela com queijo mussarela (R$ 29,00, para três pessoas) e as fritas com calabresa, cebolinha e molho de quatro queijos (R$ 28,00, para duas pessoas) e a milanesa de carne com molho de tomate e queijo derretido, acompanhada de batata frita e ovo (R$ 25,00). Rua Fernando Machado, 1188, centro, ☎ 3737-3782 (90 lugares). 17h/0h (sáb. e dom. a partir das 16h). Aberto em 2010.

Casa Azul Hostel
Conhecido por reunir locais e forasteiros, faz mais sucesso ao cair da tarde, especialmente nos fins de semana. É com copos de cervejas Heineken, Sol ou Amstel (R$ 13,00 cada uma, de 600 mililitros) na mão que a clientela costuma interagir. O movimento extra às quintas  se explica pelo drinque em dobro (o cliente paga um e leva outro), que muda a cada semana. Para petiscar, faz sucesso a porção de nachos mexicanos (R$ 32,00). Entrada: R$ 5,00 (sex. e sáb.). Rua General Lima e Silva, 912, Cidade Baixa, ☎ 3084-5050 (130 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h). Aberto em 2015.

Céu Bar + Arte
Misto de estúdio de tatuagem, bar e restaurante casual, é palco de apresentações musicais e não costuma descuidar da cerveja gelada. A Heineken e a Amstel custam R$ 14,00 cada uma, de 600 mililitros, enquanto a long neck da cervejaria artesanal Elementum, de meio litro, é vendida a R$ 22,00. Há quem prefira a caipirinha ou a caipiroska de frutas cítricas (R$ 18,00). O hambúrguer de vazio e costela com maionese, cheddar, bacon e cebola no pão australiano quadrado (R$ 28,00) é uma aposta sem erro. Rua General Lima e Silva, 1487, Centro Histórico, ☎ 3372-0019 (450 lugares). 18h/0h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2016.

Chalé da Praça XV
Aberto em 2001, sucede o lendário bar e restaurante que funcionou no mesmo local desde 1885. Ao som de MPB ao vivo, os frequentadores devoram pratos individuais como picanha com farofa, arroz, salada de maionese, alface, tomate e cebola-roxa (R$ 53,80) e entrecôte com risoto de funghi (R$ 45,80). Para  acompanhar, boas pedidas são o chope da marca Eisenbahn (R$ 9,90 a tulipa) e a clássica caipirinha (R$ 17,30). Couvert artístico: R$ 3,90. Praça Quinze de Novembro, s/no, centro, ☎ 3212-1236 (420 lugares). 11h/23h (sáb. até 22h, dom. até 20h). Aberto em 2001.

Justo
Com 300 metros quadrados ocupados por mesas, sofás, poltronas, cadeiras descombinadas e estantes de livros, ajudou a revitalizar as escadarias do Viaduto Otávio Rocha. Alterado a toda hora, o cardápio de comidas lista sanduíches, como o de barriga de porco com maionese e limão-siciliano na ciabatta (R$ 20,00), e pizzas, a exemplo da que leva  mussarela e abobrinha, beterraba, berinjela, cebola-roxa e batata-doce defumados (R$ 10,00 a fatia). Para beber, a maioria opta pelo chope da marca Bradus (R$ 15,00 o pint). Fãs de doces preferem a torta de palha italiana (R$ 12,00 a fatia) e o bolinho de massa de cacau, recheio de ganache de chocolate meio amargo e cobertura de doce de leite (R$ 12,00). Avenida Borges de Medeiros, 741, centro, ☎ 3574-1233 (60 lugares). 17h/22h30 (fecha dom.). Aberto em 2017.

Lagom Brewpub
Situado numa construção centenária, dispõe de doze torneiras das quais jorram cervejas produzidas pelo próprio estabelecimento, caso da Belgian Van Golden (R$ 19,30 o pint) e da Dry Stout (R$ 15,45 o pint). Desde 2018, o menu de comidas muda a cada mês, sempre assinado por um chef diferente. Em junho é a vez de Daniel Otto, que apresenta, por exemplo, iscas de frango picante ao molho de gorgonzola (R$ 27,90, para duas pessoas). Rua Bento Figueiredo, 72, Bom Fim, ☎ 3062-5045 (60 lugares). 18h/23h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2010.

Mao Sut Thailand Bar
Com uma área externa arborizada disputada por casais e grupos de amigos, faz sucesso graças a entradinhas como as tostadas de salmão ou shimeji com sour cream de gengibre e molho tarê (R$ 33,00). Na sequência, prove os cubos de peito de frango salteados com legumes, amendoim, curry, leite de coco e servidos com arroz de jasmin (R$ 59,00). As bebidas mais indicadas são a cerveja tailandesa Singha (R$ 20,00, 500 mililitros) e o drinque que une uísque, licor de damasco, suco de laranja, grenadine e molho de pimenta da casa (R$ 20,00). Rua Ramiro Barcelos, 1374, Independência, ☎ 3533-1621 (150 lugares). 18h/23h30 (fecha dom. e seg.). Aberto em 2014.

Odessa de Isaac Babel
Com direito a uma varanda convidativa, cativa a clientela com pizzas como a tradicional, feita com massa crocante, requeijão, cebola, pimentão, queijo mussarela, orégano  e azeitonas (R$ 48,00). Outra receita indicada para petiscar é o vazio grelhado, cortado em cubos e imerso em molho barbecue (R$ 36,00). As cervejas que mais se avistam sobre as mesas são as da Heineken (R$ 13,00, 600 mililitros) e as da artesanal local Ruradélica (R$ 28,00, 500 mililitros). Rua João Telles, 534, Bom Fim, ☎ 3346-6292 (100 lugares). 17h/1h. Aberto em 2010.

MÚSICA AO VIVO

Agulha
Além de bar, também faz as vezes de casa de shows de bandas da cena independente. No cardápio de drinques aparecem sugestões autorais como o coquetel gonzaga (R$ 22,00), que leva Netuno, cachaça, vermute, limão, hortelã e gengibre, e o delecruz (R$ 25,00), composto de tequila, lúpulo, limão, clara de ovo e bitter de erva-mate. Para aplacar a fome, fazem sucesso o bolovo (R$ 12,00 a unidade), que pode ser envolto por carne ou feijão com tofu defumado, e o arroz de xepa (R$ 21,00), preparado com vegetais da estação e gema curada. Rua Conselheiro Camargo, 300, São Geraldo, ☎ 99750-7997 (300 lugares). 19h/2h (dom. 18h/0h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2017.

Café Fon Fon
Voltado aos fãs de jazz e bossa nova, serve durante os shows escondidinho de batata com carne de panela, cordeiro ou bacalhau (R$ 22,00) e pizzas como a la madre, feita com tomate seco, cogumelo e gorgonzola (R$ 38,00). As cervejas de maior saída são as da marca gaúcha Old Boys (R$ 24,00). Rua Vieira de Castro, 22, Farroupilha, ☎ 99880-7689 (50 lugares). 20h/0h (sáb. 12h/15h e 19h/23h30; dom. 12h/15h e 17h/0h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2012.

Ocidente
As noites de sexta, movidas a música eletrônica, costumam reunir jovens na faixa dos 25 anos, o mesmo público das quintas-feiras, animadas por bandas acústicas. Já os sábados são conhecidos pela trilha sonora que vai do pop rock a hits dos anos 80, que tende a atrair a turma próxima dos 40 anos. O público em geral circula pelo ambiente com copos de cerveja Original (R$ 15,00, 600 mililitros) ou com long necks de Heineken (R$ 10,00). A cozinha expede pedidas como chapati, um pão da culinária hindu assado com recheio de ricota e tomate seco (R$ 18,00, quatro unidades), e esfiha de quatro queijos, zátar e ricota com tomate seco (R$ 15,00, três unidades). Avenida Osvaldo Aranha, 960, 1o andar, Bom Fim, ☎ 3012-5924 (670 lugares). 11h45/14h30 e 21h/2h (sex. 11h45/14h30 e 22h/2h; sáb. 11h45/14h e 22h/2h; fecha dom.). Entrada: R$ 20,00 a R$ 60,00. Aberto em 1980.

Odeon
A cada dia rola um show de estilo musical diferente, como jazz, MPB e até tango. Enquanto apreciam as apresentações, os clientes devoram petiscos como bolinho de bacalhau (R$ 8,00 a unidade), linguiça calabresa com farofa (R$ 8,00) e a porção de queijo colonial, salame, pepino e azeitona (R$ 25,00). Para beber, o chope preferido é o pilsen da Barley’s (R$ 9,00, 300 mililitros). Rua General Andrade Neves, 81, centro, ☎ 3224-5752 (36 lugares). 14h/23h30 (fecha dom.). Aberto em 1985.

Bar Opinião
Tradicional palco de shows, abre espaço para gêneros diversos. O público aposta em chopes como o Eisenbahn Pilsen (R$ 16,00, 400 mililitros) ou em caipirinhas (R$ 22,00). Para comer, vale pedir a porção de batatas fritas (R$ 18,00) ou, caso a fome seja grande, o filé-mignon à milanesa com azeitonas e ovos de codorna (R$ 45,00). Rua José do Patrocínio, 834, Cidade Baixa, ☎ 3211-2838 (1700 lugares). 20h/2h (a partir das 23h em dias de festa; sex. e sáb. Até 5h) Aberto em 1983.

Sgt. Peppers
Clara homenagem aos Beatles, serve de palco para bandas de vários tipos de rock. Para beber, o público dá preferência à cerveja Bavaria Premium (R$ 10,00, a long neck) ou a coquetéis como o que une licor de chocolate, licor de cereja, creme de leite e espumante (R$ 28,00). Da seção de comidas do cardápio fazem sucesso o filé-mignon ao molho madeira, servido com arroz branco e batatas fritas (R$ 92,00, para duas pessoas) e as iscas de peixe à milanesa (R$ 55,00). Rua Quintino Bocaiúva, 256, Moinhos de Vento, ☎ 3331-3258 (270 lugares). 20h/2h (fecha dom. e seg.). Aberto em 1987.

PRA DANÇAR

Venezianos Pub Café
Venê para os habitués, o bar promove uma noite disputada de karaokê às terças e shows diversos nos outros dias. Campeão de pedidos, o coquetel andy rodrigues é feito com vodca Cîroc Red Berry, espumante, creme de cassis e cerejas (R$ 24,00). Para comer, muitos optam pelo filé-mignon ao molho de frutas vermelhas (mirtilo, amora, framboesa e morango) no vinho (R$ 46,00). Outra dica é a dupla de panquecas de camarão e molho de queijos (R$ 55,00). Rua Joaquim Nabuco, 397, Cidade Baixa, ☎ 3221-9275 (107 lugares). 20h/3h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2000.

FIM DE NOITE

Alfredo
Faça sol ou caia o mundo, o Alfredo está aberto 24 horas por dia. É só aos domingos que o tradicional botequim dá descanso aos funcionários. Bebem-se cervejas Heineken e Eisenbahn (R$ 13,00 cada uma) na companhia de petiscos como bolinho de batata (R$ 4,00 a unidade) e almôndega com molho de tomate e pão (R$ 6,30 a unidade). Para uma refeição mais substanciosa, a dica é o filé à parmigiana com arroz e batata frita (R$ 60,00). Avenida Cristóvão Colombo, 794, Floresta, ☎ 228-0536 (80 lugares). 24 horas (fecha dom.). Aberto em 1953.

Van Gogh
O endereço sessentão é famoso por servir sopas e cremes durante a alta madrugada. A canja de galinha e a sopa de capelete (R$ 33,00 cada uma, para duas pessoas), além dos cremes de aspargo, ervilha ou cebola (R$ 25,00 cada um, para uma pessoa), são as escolhas mais recorrentes. Todos chegam à mesa com pão torrado, queijo ralado e salsinha. Outra opção que costuma agradar aos notívagos é o espaguete à carbonara (R$ 18,00). Cervejas Original, Serramalte e Budweiser (R$ 12,00, 600 mililitros) dividem as preferências da clientela. Rua da República, 14, Cidade Baixa, ☎ 3226-7480 (140 lugares). 18h/2h (sex. e sáb. até 5h; dom. 12h/2h). Aberto em 1958.