Clique e assine com 88% de desconto

Um dia após o vocalista Dave Grohl quebrar a perna no palco, a banda americana Foo Fighters anuncia o cancelamento de seus próximos shows

Raio-x confirmou que o roqueiro teve ao menos uma fratura na perna direita. Mesmo com dor, ele não se abateu e voltou do hospital para cantar depois do acidente de ontem

Por Da Redação - 13 jun 2015, 16h17

Os roqueiros do Foo Fighters anunciaram hoje o cancelamento de dois shows de sua atual turnê europeia, um dia após o vocalista e líder da banda americana ter caído do palco e quebrado a perna durante apresentação em Gotemburgo, na Suécia.

Confirmando sua fama de “cara mais legal” do rock, o ex-baterista do extinto Nirvana não se abateu mesmo depois do acidente. O valentão Grohl foi para o hospital logo em seguida à queda, registrada em um vídeo impressionante que circulou nas redes sociais. “Senhoras e senhores, deixem-me dizer: vou agora a um hospital cuidar da minha perna, e prometo a vocês que vou voltar. Me desculpem”, continuou. Mesmo com a confirmação por raio-x de ao menos uma fratura, ele cumpriu o prometido: com a perna enfaixada, retomou o show sentado em uma cadeira, para delírio dos fãs.

O Foo Fighters tinha concertos agendados para domingo, na Holanda, e para a terça-feira, na Suíça. Embora a princípio os integrantes da banda não revelassem planos de adiar os shows, a condição de seu vocalista obrigou-os a mudar de ideia. Agora, a expectativa é se Grohl estará recuperado até o importante festival de Glastonbury, onde tem apresentação agendada para 26 de junho, ou se ele terá de ficar de molho por mais tempo.

(Da redação)

Publicidade