Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Two and a Half Men’: para colegas de equipe, Ashton Kutcher não é tão engraçado quanto Charlie Sheen

Ashton Kutcher pode ter comemorado o recorde de audiência de Two and a Half Men, que foi visto por 27,7 milhões de pessoas em sua reestreia nos Estados Unidos, na última segunda — o dobro do alcançado pelo último episódio com Charlie Sheen. Mas, para colegas de equipe da série, Sheen ainda é o melhor.

“Ashton é um cara bacana e é competente atuando: ele entrega o trabalho, é disso que precisamos”, disse, sem grande paixão, uma fonte da produção ao site americano E!, do canal de mesmo nome. “Ele não é tão engraçado quando Charlie Sheen”, afirmou outra fonte, que em seguida fez questão de deixar claro que não torce pelo retorno do ator problemático. “Não o queremos de volta nem que dobrem os nossos salários.”

É, paradoxalmente, o profissionalismo sem brilho de Ashton Kutcher que desagrada e agrada à produção de Two and a Half Men. Depois de toda a turbulência enfrentada na era Charlie Sheen, Kutcher, embora menos divertido, é uma opção segura — uma garantia de que a sitcom não será interrompida pela ressaca do ator principal.