Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tralli nega ‘jabá’ e diz ter notas fiscais de festa de casamento

Direto da lua-de-mel, jornalista respondeu às insinuações de que teria pagado pela cerimônia com 'trocas de favores'

Nesta quinta-feira, o jornalista César Tralli desabafou em sua conta oficial do Instagram. Em plena lua-de-mel com a modelo e atriz Ticiane Pinheiro, ele se irritou com o que chama de “insinuações maldosas ou ilações feitas por colunistas de TV”. O apresentador do SPTV se refere a sugestões de que seu casamento foi viabilizado por trocas de favores. Ele nega e diz ter nota fiscal para provar que pagou por tudo.

De passagem pelas Ilhas Maldivas, Tralli publicou uma foto das águas cristalinas do local para ilustrar um textão sobre transparência. Afirma que não alcança objetivos por meio de acordos, mas sim, por suas próprias qualidades. “Não vivo de favores, não me considero mais importante que ninguém. Quando abro portas, é pela minha credibilidade, humildade e generosidade. Nunca por barganha”, escreveu.

O jornalista lista o terno, as alianças, os organizadores do casamento, a cerimônia e a festa inteira entre as despesas. “E tudo pago via TED bancária, portanto absolutamente dentro da legalidade e mediante nota fiscal”, disse. Segundo ele, o planejamento do casamento durante seis meses e só postou tudo nas redes sociais para compartilhar sua alegria com os mais próximos. “Simples e honesto assim. É como eu digo e repito: quem não deve, não teme. E assim, fascinado pela transparência das Maldivas, sigo muito feliz minha tão sonhada e merecida lua de mel”, concluiu.

Transparência. Minha vida é como a água encantadora do mar das Maldivas: límpida e cristalina. Sempre dormi o sono do justo. Com ética, honestidade e independência. Não dou passo maior do que a perna. Não vivo de favores, não faço apresentação de eventos nem palestras remuneradas, não me considero mais importante que ninguém. Quando abro portas, é pela minha credibilidade, humildade e generosidade. Nunca por barganha. Por isso, repudio com veemência insinuações maldosas ou ilações feitas na internet por certos colunistas de TV de que teria havido troca de favores no meu casamento. Não houve. Em hipótese alguma. Meu terno, as alianças, os organizadores do casamento, o hotel, a cerimônia, a festa inteira…foram muito bem pagos por mim, com satisfação. E tudo pago via TED bancária, portanto absolutamente dentro da legalidade e mediante Nota Fiscal. Tenho uma pasta enorme em casa recheada de contratos e serviços devidamente registrados e pagos. Sou muito organizado. Planejei meu casamento com 6 meses de antecedência. Se fiz posts na véspera ou poucos dias antes marcando locais e pessoas, foi para dividir a minha felicidade com elas e com vocês. Como eu sempre fiz. Simples e honesto assim. É como eu digo e repito: quem não deve, não teme. E assim, fascinado pela transparência das Maldivas, sigo muito feliz minha tão sonhada e merecida lua de mel.❤️

A post shared by Cesar Tralli (@cesartralli) on

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Luiz Chevelle

    Não sei o que seria de minha vida sem acesso a tão catitas revelações.

    Curtir