Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Tomara que Caia’ sai do ar em outubro sem previsão de voltar

Humorístico de improviso da Globo concorre com 'Babilônia' e 'É de Casa' a maior bomba do ano na televisão

O ano de 2015 deve entrar para a história da Globo não apenas como aquele em que a emissora completou meio século, mas também, ironicamente, como um período em que lançou alguns dos maiores fiascos da sua história. Exatamente quando deveria estar festejando a sua grandeza, como canal líder em qualidade e audiência, a Globo viu fracassarem de modo estrondoso uma novela das nove, principal produto da emissora, um programa de variedades e um humorísitico, que não deve ganhar segunda temporada em 2016.

LEIA TAMBÉM:

‘Tomara que Caia’ já concorre com ‘Babilônia’ a bomba do ano na TV

Cariocas trocam ‘Tomara que Caia’ por Silvio Santos

Fotos: os memes de ‘Tomara que Caia’

Tomara que Caia, a atração em questão, foi ao ar no dia 19 de julho com um pacote de outros 11 programas previstos, perfazendo os 12 do que seria a primeira temporada do humorístico. A primeira leva deve acabar em outubro, e o humorístico não tem previsão de retornar à grade da Globo no ano que vem, como confirma a assessoria da emissora. O humorístico é baseado no improviso, mas o tratamento bobo que o canal deu à ideia e o elenco chamado para defendê-la — com nomes fracos como Eri Johnson e Priscila Fantin — contribuíram para a sua ruína.

Disputam o troféu abacaxi com Tomara que Caia o folhetim Babilônia, que se despediu da TV na última sexta-feira, para alívio de boa parte da nação, e o recém-lançado É de Casa, programa de variedades que reuniu nada menos que seis apresentadores que andavam encostados na Globo: Zeca Camargo, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães, André Marques, Ana Furtado e Thiago Leifert, o melhorzinho da turma, já que comanda o bem-sucedido The Voice.