Clique e assine a partir de 9,90/mês

Tom Holland intercedeu por Homem-Aranha no acordo entre Disney e Sony

Ator fez diversos apelos aos chefões dos dois estúdios para que o herói ganhasse mais um filme amparado pela Marvel

Por Redação - 3 out 2019, 13h25

O imbróglio entre Sony Pictures e Disney, que quase tirou o Homem-Aranha do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), foi resolvido com uma mãozinha do ator Tom Holland, atual dono do figurino do super-herói nos cinemas. Segundo o Hollywood Reporter, o jovem de 23 anos fez múltiplos apelos ao presidente da Disney, Bob Iger, e ao chefão da Sony, Tom Rothman, para que a Marvel produzisse o terceiro filme da franquia e incluísse o Homem-Aranha em pelo menos mais um longa do MCU.

Holland teria se inspirado nos muitos fãs que imploraram nas redes sociais para que o herói aracnídeo permanecesse na Marvel. Os apelos foram atendidos no dia 27 de setembro, quando a Sony anunciou que o herói continuaria no MCU para um novo filme.

No acordo, o longa está previsto para 16 de julho de 2021, e a produção fica com os dois poderosos de ambos os estúdios, Kevin Feige (Marvel) e Amy Pascal (Pascal Pictures) — Amy foi presidente da Sony Pictures até 2015. Mais detalhes sobre as negociações não foram reveladas.

Entenda o caso

Em agosto, o presidente dos estúdios Marvel, Kevin Feige, afirmou que não produziria mais filmes do Homem-Aranha e que o personagem deixaria o Universo Cinematográfico da Marvel se a Disney e a Sony Pictures (que detém os direitos do herói) não chegassem a um acordo. O estúdio do Mickey, que detém 5% da bilheteria da nova fase do Homem-Aranha, pediu que as arrecadações dos próximos filmes do herói fossem de 50% para cada estúdio. A Sony, que fica com os outros 95%, recusou a proposta. Segundo o The Hollywood Reporter, a Disney conseguiu um acordo mais satisfatório na fatia da arrecadação. Detalhes do acordo financeiro feito entre as duas empresas ainda não foram divulgados.

Continua após a publicidade

Os dois longas mais recentes do personagem foram bem em bilheteria, seguindo a tradição de seus títulos anteriores — Tobey Maguire e Andrew Garfield protagonizaram a franquia antes de Holland. Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017) fez 880 milhões de dólares em bilheteria no mundo.  Já Homem-Aranha: Longe de Casa, lançado no começo de julho deste ano, superou 007 – Operação Skyfall e se tornou o maior sucesso de bilheteria da Sony, ao arrecadar mais de 1,1 bilhão de dólares.

Publicidade