Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘The Voice’ americano consagra o queridinho de Adam Levine e da internet

As apresentações de Jordan Smith já acumulam milhões de visualizações no Youtube, e sua versão de 'Somebody to Love' é uma das mais populares no iTunes

O talentoso Jordan Smith, 22 anos, venceu a 9ª edição do The Voice americano. O último episódio, transmitido ao vivo na noite desta terça-feira, consagrou o candidato favorito desta edição, ao menos a julgar pelo seu desempenho na internet. Os vídeos do cantor, único representante do time de Adam Levine na final, acumulam milhões de visualizações no Youtube. Além disso, a sua interpretação de Somebody to Love, do Queen, está atualmente entre as dez músicas mais populares no iTunes, a loja virtual da Apple.

Quatro candidatos disputaram o prêmio nesta terça-feira. Os dois cantores country do time de Blake Shelton, Emily Ann Roberts e Barrett Baber, ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente; e a quarta posição ficou com o ótimo vocalista pop da equipe de Gwen Stefani, Jeffery Austin. O jurado Pharell, que venceu 8ª edição do programa com o jovem músico Sawyer Fredericks, não conseguiu levar nenhum candidato para a final desta vez.

Leia também:

Nos EUA, ‘The Voice’ dá namoro entre técnicos

Estilo country é o favorito do ‘The Voice’ americano ​

Gwen Stefani deve substituir Christina Aguilera em ‘The Voice’ em junho

O encerramento desta edição do The Voice foi dividido em dois dias. No primeiro, cuja gravação foi transmitida no Brasil também nesta terça-feira, os quatro finalistas fizeram três apresentações: duas individuais e uma com o seu técnico. Jordan Smith cantou Climb Every Mountain, de The Sound of Music, Mary, Did You Know, de Michael English, e, ao lado de Adam Levine, interpretou God Only Knows, dos Beach Boys.

O segundo dia da final teve mais apresentações dos candidatos, além de performance de ex-participantes e shows de bandas e cantores famosos, incluindo Coldplay, Justin Bieber, Sum Hunt, The Weeknd e Missy Elliot. A rapper americana, junto com Pharell, fez a apresentação mais elaborada da noite ao cantar WTF (Where They From) em um cenário que imitava uma estação de metrô.

Trajetória – O talento musical de Jordan Smith impressionou os jurados do The Voice desde a sua primeira apresentação, quando cantou Chandelier, da Sia, e fez com que os quatro técnicos virassem as suas cadeiras. Nesse dia, o cantor contou que sua voz é frequentemente confundida com a de uma mulher. “Mas eu aprendi que ser diferente é o que me faz especial”, disse ele, que escolheu Adam Levine para ser o seu técnico. O vocalista do Maroon 5 chegou a dizer que Jordan foi “a pessoa mais importante que já esteve no programa”. Desde então, o cantor fez ótimas apresentações, como ao cantar Somebody to Love ou Like I Can, ao lado da ex-participante Regina George.

‘God Only Knows’

Na primeira noite da final do The Voice, Jordan se apresentou junto com o seu técnico, Adam Levine. Eles cantaram a música God Only Knows, dos Beach Boys.

‘Without You’

Na noite final do The Voice, Jordan cantou com Usher, que já foi jurado do programa. Eles interpretaram Witouth You, do cantor americano, que brincou durante a apresentação com a capacidade vocal do finalista do programa.

‘Somebody to Love’

O cantor fez uma excelente interpretação da canção do Queen na semifinal do programa. Sua apresentação rodou o mundo e acabou apresentando o americano a muitas pessoas que não acompanham o reality. Como resultado, o single com a música acabou destronando Hello, de Adele, do topo dos mais vendidos no iTunes. 

‘Hallelujah’

Jordan Smith emocionou com uma bela versão do clássico de Leonard Cohen no programa, o que lhe rendeu uma vaga na semifinal do reality. 

‘Halo’

O cantor deu tom mais intimista à música pop de Beyoncé durante a fase em que o público tem poder de escolha no programa. Smith, inclusive, garantiu sua vaga na etapa seguinte do reality graças ao voto popular.

‘Set Fire to the Rain’

Pode-se dizer que Smith conseguiu superar a própria dona da canção, Adele, em sua performance no The Voice. Basta ver as expressões dos técnicos Adam Levine e Pharrell durante sua apresentação.

‘Chandelier ‘

Jordan Smith já chegou arrasando. Na fase de audição às cegas, a primeira do reality, o jovem surpreendeu com sua versão de Chandelier, da australiana Sia. Sua apresentação fez os quatro jurados virarem as cadeiras para vê-lo – o último a fazer isso foi Adam Levine, que acabou sendo escolhido por Smith para ser seu técnico.

(Da redação)