Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer e artistas lamentam a morte de Hector Babenco

Cineasta morreu aos 70 anos devido a uma parada cardíaca

O cineasta Hector Babenco morreu na noite desta quarta, aos 70 anos, devido a uma parada cardíaca, em São Paulo. O diretor argentino naturalizado brasileiro ficou conhecido por produções como O Beijo da Mulher Aranha (1985) e Carandiru (2003). Seu último filme, Meu Amigo Hindu, foi inspirado em sua própria vida e retrata a sua luta contra o câncer.

LEIA TAMBÉM:
Morre aos 70 anos o diretor Hector Babenco
Hector Babenco reimagina sua vida em ‘Meu Amigo Hindu’

Artistas que trabalharam com o diretor durante a sua vasta carreira lamentaram a morte nas redes sociais. E também o presidente em exercício Michel Temer. “Lamento a morte do extraordinário cineasta Hector Babenco, que trouxe seu imenso talento para abrilhantar o cinema e a cultura do Brasil”, escreveu ele no Twitter. “Seus filmes foram um libelo contra a mesmice. Culto e brilhante você fará falta”, escreveu no Instagram a atriz Maitê Proença, que participou do elenco de Meu Amigo Hindu. Barbara Paz, com quem o diretor foi casado, ainda não se manifestou sobre a notícia.

Confira abaixo a repercussão: