Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tela atribuída a Leonardo da Vinci é apreendida na Suíça

Quadro 'Ritratto di Isabella d'Este' passou séculos desaparecido antes de ser encontrado no cofre de um banco em 2013 e roubado em seguida

Uma pintura atribuída ao mestre italiano Leonardo da Vinci foi apreendida na Suíça a pedido da polícia italiana. O anúncio foi feito pela polícia financeira de Pesaro, centro-leste da Itália, onde agentes especializados no roubo de obras de arte revelaram a apreensão da obra Ritratto di Isabella d’Este. Depois de séculos desaparecida, a tela foi encontrada em um cofre de um banco suíço em 2013, junto com outras 400 obras de arte, mas foi roubada novamente. Durante a investigação, agentes descobriram que um advogado tentava negociar a peça por 120 milhões de euros. A polícia então encontrou a pintura e pediu sua apreensão.

Leia também:

Da Vinci: o futurista do século XV

Pintura inédita de Leonardo da Vinci é encontrada na Itália

O gênio de Leonardo da Vinci brilha em mostra em Veneza

O trabalho, um óleo sobre tela de 61 centímetros de altura por 46,5 centímetros de largura, retrata Isabella d’Este, a marquesa de Mântua. De acordo com o jornal italiano Corriere Della Sera, que publicou uma reportagem sobre a tela quando ela foi encontrada, em 2013, a pintura é “a fiel transposição de um desenho preparatório de Da Vinci exposto no Louvre” – até recentemente o único indício da existência do quadro. Antes, a pintura era dada como perdida ou mesmo como lenda.

A Itália, que possui um dos patrimônios artísticos mais importantes do mundo, costuma ser alvo de traficantes de obras de arte. Mais de 5.000 obras de arte, datando da antiguidade romana, foram recentemente recuperadas pelos carabinieri após a maior operação desse tipo já realizada no país.

(Com agência France-Presse)