Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suspeito de roubar quadro de Renoir é detido em Amsterdã

Outros dois cúmplices continuam foragidos; tela foi furtada no fim de novembro de uma casa de leilões em Viena

Um dos três suspeitos de ter roubado no fim de novembro um quadro de Pierre-Auguste Renoir da casa de leilões Dorotheum, em Viena, foi detido em Amsterdã, na Holanda. De acordo com a porta-voz da Promotoria de Viena, Nina Bussek, a Justiça da Áustria iniciou o processo para conseguir a extradição do detido, um homem de nacionalidade ucraniana.

Segundo a porta-voz indicou à agência austríaca APA, a detenção aconteceu entre o fim de semana e a segunda-feira. Aparentemente, os outros dois cúmplices continuam foragidos. Nem a polícia nem a promotoria revelaram ainda a identidade dos envolvidos, que foram flagrados pelas câmaras de segurança do Dorotheum no dia 26 de novembro tirando o quadro da parede.

Como a investigação prossegue, a polícia não quis dar detalhes do caso e também não informou se  Golfe, Mer, Falaises Vertes, uma tela a óleo feita por Renoir em 1895, foi recuperada. De acordo com os investigadores, a ação parece ter sido realizada por profissionais.

A peça do célebre pintor renascentista francês, de 27×40 centímetros e avaliada entre 120.000 e 160.000 euros (528.000 e 703.000 reais), seria leiloada no dia do roubo.