Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Steven Tyler, do Aerosmith, pega tela do lixo em Montevidéu

Por Da Redação - 15 out 2013, 21h02

O vocalista da banda americana Aerosmith, Steven Tyler, encontrou um quadro em uma caçamba de lixo em Montevidéu, onde fez show na última quarta, dia 9, e levou para casa. Após a apresentação no mítico Estádio de futebol Centenário, Tyler saiu para uma caminhada noturna pela bela Montevideo, quando deparou com a peça. A cena foi flagrada por um fã que a jogou no YouTube (confira abaixo, a partir de 2’10”).

Nas imagens, gravadas por um fã, o cantor aparece revirando o interior de uma caçamba de lixo. Depois de algum tempo de busca, Tyler tira uma tela grande de lá, a examina com mais atenção e decide levá-la com ele. O trabalho que agradou o roqueiro é de Gonzalo Delgado Galiana, artista uruguaio cujas telas protagonizam retratos de grandes pênis, nus masculinos e cenas homossexuais explícitas.

A tela que Tyler escolheu foi pintada há 10 ou 11 anos, quando o autor participava da oficina dos artistas uruguaios Álvaro Pemper e Virgínia Patrone. Virgínia explicou que alguns esboços, telas inacabadas e obras descartadas por seus antigos alunos ficaram na oficina por vários anos, mas há poucos dias ela precisou se desfazer deles “por questão de espaço”.

Gonzalo Delgado Galiana, nascido em Montevidéu em 1975, participou como diretor artístico e roteirista de vários filmes latino-americanos, alguns deles conhecidos internacionalmente, como Whisky, que em 2004 recebeu o Prêmio Goya de melhor filme estrangeira de fala hispânica.

Publicidade

Baixa do baixista — Nesta terça, a produção do festival Monsters of Rock, festival em que o Aerosmith toca neste fim de semana, em São Paulo, anunciou que o baixista da banda, Tom Hamilton, não vai participar dos shows no Brasil, por problemas de saúde não revelados.

(Com agência EFE)

Publicidade