Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Shakira e Piqué agradecem fãs por chá de bebê filantrópico

O projeto arrecadou fundos para ajudar crianças carentes junto à Unicef

A cantora colombiana Shakira e o jogador de futebol Gérard Piqué agradeceram nesta sexta-feira seus seguidores pelo êxito do chá de bebê virtual que organizaram junto com a Unicef para celebrar a chegada do primeiro filho do casal e ajudar crianças desfavorecidas no mundo.

“Estamos muito emocionados pela generosidade de todos os que visitaram nosso chá de bebê”, disse Shakira em comunicado divulgado pela Unicef um mês após o nascimento de Milan.

A cantora agradeceu a participação das pessoas na iniciativa e detalhou os números alcançados pela campanha. “Mais de 80 mil meninos e meninas serão protegidos contra a pólio, cerca de 200 mil bebês receberão sais reidratantes e 3,8 toneladas de comida terapêutica estão sendo repartidas”, divulgou.

Leia também

Shakira e Piqué divulgam primeira foto do filho

A plataforma cibernética, que esteve ativa entre 16 de janeiro e 15 de fevereiro, mostrava a sala de estar virtual de Shakira e Piqué onde os convidados podiam entrar, se informar sobre os desafios da infância no mundo e comprar “presentes” para ajudar as crianças mais vulneráveis.

Entre os objetos que os seguidores podiam adquirir, figuravam “Presentes Azuis” da Unicef para estas crianças, que iam desde um mosqueteiro por 3,36 euros até comida terapêutica por 82,06 euros.

Segundo destacou a Unicef, uma “multidão” de fanáticos visitou o site e comprou mais de mil mosquiteiros que ajudarão a proteger as crianças contra a malária, que na África mata uma criança a cada 60 segundos.

A Unicef também agradeceu ao casal e aos internautas pelo resultado da iniciativa inovadora que permitiu que os seguidores não somente sigam seus ídolos, mas se transformem em uma parte de seus esforços filantrópicos.

Além disso, a Unicef anunciou que a estas doações somará a compra de 150 balanças portáveis que ajudarão a detectar desnutrição e doenças nos recém-nascidos.

(Com a agência EFE)