Clique e assine a partir de 9,90/mês

Segundo dia de Lollapalooza tem boas surpresas em palco alternativo

Americano Gary Clark Jr e banda Alabama Shakes conquistam público com influências do blues

Por Carol Nogueira - 30 Mar 2013, 21h14

O segundo dia do festival Lollapalooza, que começou na sexta-feira e vai até o domingo no Jockey Club de São Paulo, teve duas boas surpresas no palco alternativo.

Saiba mais:

Com guitarra afiada, Gary Clark Jr. rouba a cena no Lollapalooza

GeoSocial, o mapa que apresenta notícias e informações das redes sociais sobre o Lollapalooza

Continua após a publicidade

A primeira delas foi o cantor texano Gary Clark Jr., de 29 anos, que já tinha vindo ao país recentemente acompanhando o cantor Eric Clapton e que conquistou a plateia com seu estilo blues-man à la B.B. King, tão relaxado quanto John Mayer. Suas canções refletem esta dualidade, com a maioria das músicas bem pesadas na parte instrumental e calmas no vocal. Clark Jr. tem um talento raro e um carisma inacreditável – em certo ponto do show, ele até tocou um trecho de I Can’t Get No (Satisfaction), dos Rolling Stones, só para brincar com o público. Prova de que tem muita segurança no que faz.

A outra surpresa foi o grupo americano Alabama Shakes, liderado pela vocalista e show-woman Brittany Howard, que escreve e canta as músicas blueseiras, com sabor típico do sul dos Estados Unidos. A vocalista emocionou o público com suas interpretações arrasadoras.

A noite terá ainda shows das bandas A Perfect Circle e The Black Keys como destaques. O festival continua no domingo, quando a grande atração será o Pearl Jam.

Publicidade