Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SBT cancela reedição de sua Parada e culpa protestos na Paulista

Evento aconteceria em 12 de outubro na capital paulista, mas foi cancelado por motivos de segurança

O SBT anunciou nesta quinta-feira que a Parada SBT, evento de comemoração dos 35 anos da emissora marcado para 12 de outubro, está cancelada. Em comunicado enviado pela assessoria de imprensa do canal, o SBT dá a entender que a “culpa” é dos recentes protestos contra Michel Temer que terminaram em violência na avenida Paulista, em São Paulo, onde aconteceria o evento.

LEIA TAMBÉM:
Parada do SBT terá elenco de Chaves e homenagem a Jô e Gugu

“O motivo da decisão está amparado por avaliações técnicas e logísticas que identificaram desafios na organização do evento e deixam incertezas em relação à segurança dos participantes e do público numa ação desta magnitude em função dos acontecimentos recentes ocorridos nessa importante avenida”, diz o texto.

“O SBT ressalta lamentar esta decisão especialmente pela competência dos parceiros envolvidos e pela adesão de várias marcas renomadas a este projeto, mas entende sobretudo que ignorar a existência de riscos ao público não condiz com nossa preocupação constante com o bem-estar da família brasileira”, termina o comunicado.

A Parada SBT sairia da avenida Consolação rumo à Brigadeiro Luís Antônio — sentido contrário ao da Parada Gay. A família Abravanel estava confirmada na parada, mas não estava claro se o patriarca e fundador da emissora, Silvio Santos, estaria no evento, que ia homenagear seu programa com um carro. A parada ainda prestaria homenagens a figuras que já deixaram o SBT, como Gugu Liberato e Jô Soares, e contaria com a presença de atores do seriado Chaves.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. César Augusto

    Amarelou!

    Curtir