Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sacha Baron Cohen deixa cinebiografia de Freddie Mercury

Comediante famoso por 'Borat' teria desistido do projeto depois de se desentender com ex-integrantes do Queen, que querem filme mais comportado

O ator britânico Sacha Baron Cohen desistiu de viver Freddie Mercury no cinema. O motivo seria o desentendimento entre Cohen, que ficou conhecido como o repórter amalucado Borat, da série de TV Da Ali G Show e do longa Borat – O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América, e os ex-integrantes do Queen, para quem o humor do ator seria muito pesado para o filme. Os ex-colegas de Mercury querem um longa mais “família”.

Cohen estava empenhado no projeto e chegou a arregimentar alguns nomes para a direção, como David Fincher e Tom Hooper, mas a proposta apresentada por ele foi rejeitada pelos remanescentes do Queen, de acordo com o site americano Deadline. Com Hooper, vale lembrar, Cohen trabalhou no último Os Miseráveis, indicado ao Oscar de melhor filme este ano.

Farrokh Bulsara, nome real de Mercury, nasceu em Zanzibar (na atual Tanzânia) e foi criado na Índia. Em 1971, fundou o Queen, banda que para muitos teve seu grande momento em 1985, no show beneficente Live Aid, em Londres, ao apresentar sucessos como We Will Rock You e Radio Ga Ga.

A banda continuou se apresentando mesmo com o declínio da saúde de Mercury. Em 1991, ele admitiu que tinha Aids. Morreu aos 45 anos. Fora do palco, Mercury era reservado. Raramente se deixava entrevistar. E nunca falava da sua homossexualidade.