Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ryan Gosling diz que riu de alívio com confusão no Oscar

Ator tentou esconder a risada no palco da cerimônia após anunciarem o vencedor errado na categoria de melhor filme

O Oscar 2017 será lembrado pela confusão na entrega do troféu de melhor filme, em que La La Land: Cantando Estações foi anunciado como vencedor antes do resultado ser corrigido para Moonlight: Sob A Luz do Luar. O público no teatro (e em casa) ficou incrédulo com a bagunça, exibindo as maiores caras de espanto, exceto uma pessoa: Ryan Gosling, que não conseguia segurar a risada em cima do palco. Em um evento em Las Vegas, nesta quarta-feira, o ator explicou que, na verdade, estava rindo de alívio depois que tudo foi esclarecido.

“O que aconteceu enquanto eu assistia àquilo era surreal de qualquer maneira, mas eu comecei a ver as pessoas terem uma reação de pânico na multidão e homens vindo com fones de ouvido e pensei que alguém tivesse se machucado. Eu pensei que era algum tipo de situação médica, e criei o pior cenário na minha cabeça. Então eu ouvi Moonlight, fiquei tão aliviado que comecei a rir”, confessa o ator.

Gosling também comentou que não ficou chateado pelo musical que protagonizou ter perdido o troféu repentinamente, e que ficou feliz com o resultado final. “Sinceramente, eu fiquei muito emocionado que Moonlight venceu. Eu conheço o diretor (Barry Jenkins). Já trabalhei com ele antes. É um filme inovador, feito com um milhão de dólares, uma realização incrível e fico feliz que foram reconhecidos”, afirma.

Relembre a gafe – Na cerimônia realizada no dia 26 de fevereiro,  Brian Cullinan da empresa PricewaterhouseCoopers (Pwc), que supervisiona a votação do Oscar, entregou aos atores Faye Dunaway e Warren Beatty um envelope errado, o que os levou a proclamar como vencedor na categoria de melhor filme La La Land, quando o prêmio na verdade tinha sido concedido a Moonlight.

Os produtores e a equipe de La La Land subiram ao palco para agradecer ao prêmio, quando foram avisados da confusão, e tiveram que entregar a estatueta para o drama Moonlight. Após a gafe, a Pwc assumiu “total responsabilidade pela série de erros dos protocolos estabelecidos durante a noite do Oscar”.