Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Roteirista de Hollywood acusa Mel Gibson de antissemitismo

Desistência do diretor de 'Coração Valente' de fazer filme sobre revolta de judeus foi vista pelo roteirista do projeto como sinal de 'ódio aos judeus'. Gibson se defendeu atacando: 'O roteiro era péssimo'

O ator e diretor Mel Gibson se viu no centro de uma nova acusação de antissemitismo nesta quinta-feira. Um roteirista de Hollywood, Joe Eszterhas, disse que Gibson se recusou a fazer um filme sobre uma famosa revolta judaica por “odiar judeus”. As acusações foram feitas depois de o estúdio Warner Bros anunciar a suspensão do longa The Maccabees (Os Macabeus), que Gibson iria dirigir com roteiro de Eszterhas. O ator, por sua vez, se defendeu atacando: o roteiro seria péssimo.

Conhecido por seu trabalho como roteirista de thrillers como O Fio da Suspeita (Jagged Edge) e Instinto Selvagem (Basic Instinct), Eszterhas, criticou Gibson em uma carta pública de nove páginas. “Cheguei à conclusão de que a razão para você não fazer The Maccabees é a pior possível. Você odeia os judeus”, escreveu Eszterhas. A carta dirigida à estrela de Coração Valente (Braveheart) foi reproduzida pelo site americano The Wrap, especializado em cinema e entretenimento.

Gibson, cuja reputação está abalada desde 2006, quando foi filmado fazendo um discurso antissemita a um agente que o prendeu por dirigir bêbado, também foi acusado de assumir o projeto de forma fraudulenta. “Cheguei à conclusão de que ele não tinha e não tem nenhuma intenção de fazer um filme sobre os macabeus”, disse Eszterhas. “Acredito que anunciou o projeto com estardalhaço — como um Coração Valente Judeu — apenas na tentativa de se desviar das acusações de antissemitismo que o perseguem, acusações que afetaram a sua carreira.”

No flagra de 2006, Gibson disse que os judeus foram responsáveis por todas as guerras no mundo. Mais tarde, porém, se desculpou por seus comentários “depreciativos”, que atribuiu ao alcoolismo. Sobre a carta de Eszterhas, o ator e diretor afirmou nesta quinta que abandonou o projeto porque o roteiro não era bom o suficiente e chamou os ataques do roteirista de “completas invenções”. “Quero fazer este filme com certeza, só que nem eu nem a Warner Brothers queremos o roteiro de Joe Eszterhas”, declarou Gibson em outra carta, esta publicada em Deadline Hollywood, outro site da indústria do cinema.

“Sinceramente, Joe não só entregou seu roteiro depois do prometido, como decepcionou. Em 25 anos de desenvolvimento de roteiros, nunca tinha visto um primeiro rascunho mais deficiente ou uma maior perda de tempo. A decisão de não continuar com você foi baseada na qualidade do roteiro e em nenhum outro fator”, continuou Gibson.

The Maccabees foi concebido como um drama baseado em Judas Macabeu, amplamente reconhecido como um dos maiores guerreiros da história judaica, junto com Josué, Gedeon e Davi.

(Com agência France-Presse)