Clique e assine a partir de 9,90/mês

A ‘revanche’ de Anitta animou a Cidade do Rock neste sábado

Esnobada da edição 2017 do Rock in Rio, cantora vira a principal atração do sexto dia de festival; "Quero agradecer a mim", disse ao citar os críticos

Por Ernesto Neves - Atualizado em 5 out 2019, 19h23 - Publicado em 5 out 2019, 19h09

Agora chamada de “próxima Ivete” pelo próprio presidente do festival, a cantora Anitta subiu ao Palco Mundo, reservado somente aos artistas de primeira grandeza, às 18 horas deste sábado 5, no sexto dia de música de Rock in Rio. A artista iniciou o show com um pout pourri de funks antigos com a participação do MC Andinho para, em seguida, emendar o Show das Poderosas, seu primeiro sucesso nacional.

A hitmaker seguiu com Bang, Paradinha e Sua Cara, enquanto rebolava em frente ao paredão de caixas de som da Furacão 2000, a equipe que ajudou a popular o funk do Rio a partir dos anos 90. Anitta também usou e abusou dos playbacks. Na sua cara, por exemplo, contou com dueto de Pabllo, que não estava no local. O mesmo se deu em Romance com safadeza, parceria sua com Wesley Safadão.

“Vocês que me colocaram aqui em cima”, disse. “Sempre agradeço a vocês, mas hoje também agradeço a mim”, disse, antes de abrir uma sequência de bailão funk. A funkeira ainda usou o show para divulgar a música que gravou com Will.i.am, do Black Eyed Peas. A banda americana também toca na mesma noite.

Anitta já havia cantado no Rock in Rio Lisboa, em 2018. Essa edição do Rock in Rio, por sinal, foi marcada por um espaço inédito ao funk. Artistas como Ludmilla e Buchecha enfileiraram versões antigas e atuais no palco Sunset, mais cedo.

Publicidade