Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rock in Rio 2013: ‘Zépultura’ domina o Palco Sunset

Zé Ramalho e Sepultura proporcionam um dos melhores momentos do festival

Selton Mello e Débora Falabella abrem espaço no protagonismo de Lisbela e O Prisioneiro para Marco Nanini. Um dos culpados, além da grandiosidade em cena do ator, é a música Dança das Borboletas, interpretada por Sepultura e Zé Ramalho. Dez anos depois desta gravação, a banda e o cantor estenderam a dobradinha e fizeram um dos melhores momentos do Rock in Rio 2013.

E não foi só a plateia que teve o sabor de experimentar as sensações do encontro. O Sepultura, por exemplo, viu-se diante de um público muito mais interessado em seu som do que aquela fria e parada de quinta-feira passada. Zé Ramalho, então, nem se fala. Falemos: o cantor foi ovacionado a cada interpretação e, depois da apresentação, foi cercado por dois jovens, aos prantos, dizendo coisas como “melhor show da minha vida”. Sem o característico cavanhaque, o paraibano ria sem noção da proporção do estrago.

Foi mesmo um estrago, no sentido predileto dos metaleiros. O Sepultura reservou a Ramalho pérolas como a própria Dança das Borboletas e, principalmente, Ratamahatta, originalmente cantada por Max Cavalera e Carlinhos Brown no histórico álbum Roots. Como se tudo já não estivesse sendo incrível em um palco marcado pelo baixo aproveitamento dos encontros, o Sepultura ainda encarnou o grande sucesso de Zé Ramalho, o hino Admirável Gado Novo.

Leia também:

Ex-guitarrista do Charlie Brown Jr. toca pela 1ª vez desde a morte de Champignon