Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Restauração desastrosa de escultura irrita autoridades da Espanha

Peça mostrando São Jorge ganhou cores mais fortes – o santo agora tem rosto rosado e armadura cinza

Uma escultura do século XVI da Igreja de San Miguel, em Estella, na Espanha, acabou danificada após uma tentativa de restauração. A peça de madeira, que retrata São Jorge, ganhou cores mais fortes – o santo agora tem rosto rosado e armadura cinza. O caso lembra a modificação do afresco Ecce Homo, em 2012, depois que uma idosa de Borja, também na Espanha, “restaurou” a peça.

O padre da paróquia de San Miguel de Estella queria apenas que a escultura de São Jorge fosse limpa, não que ela fosse restaurada, segundo a Agência EFE. A empresa Karmacolor foi chamada para fazer o trabalho, repassando-o a um professor de arte local, responsável pela restauração.

O trabalho irritou autoridades e especialistas em arte da Espanha. “Não podemos tolerar mais ataques à nossa herança cultural”, disse a Associação de Conservação de Arte da Espanha, em nota. “A restauração mostra uma falta de treinamento requerido para esse tipo de trabalho.”

O prefeito de Estella, Koldo Leoz, afirmou ao jornal britânico The Guardian que a restauração foi conduzida sem autorização. “O pároco decidiu sozinho pedir a restauração da estátua e entregar o trabalho a um professor de artes”, disse. “A prefeitura não foi avisada, nem o governo regional de Navarra.” Leoz disse que foram usados gesso e um “tipo errado” de tinta, o que pode ter danificado a obra original permanentemente. As autoridades agora investigam se é possível reverter a restauração e salvar a peça.

Nas redes sociais, muitos lembraram o caso de Cecilia Gimenez, uma senhora octogenária que acabou danificando um afresco de Jesus há seis anos. A notícia rodou o mundo – e Cecilia deu entrevistas mais tarde dizendo que havia ficado “devastada” por causa dos comentários críticos. No fim, a iniciativa da mulher acabou dando certo: até hoje, Borja recebe anualmente muitos turistas interessados em ver o afresco.

Tentativa frustrada de restauração da pintura 'Ecce Homo' Tentativa frustrada de restauração da pintura ‘Ecce Homo’

Tentativa frustrada de restauração da pintura ‘Ecce Homo’ (Divulgação/VEJA)