Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Redes sociais levam Ministério da Justiça a reclassificar ‘Confissões de Adolescente’

Usuários reclamam da maneira como álcool e sexo são apresentados no filme, baseado no livro da atriz Maria Mariana sobre a própria adolescência

Confissões de Adolescente, o filme, “envelheceu” dois anos por causa de reclamações nas redes sociais. Antes liberado para espectadores a partir de 12 anos, o longa de Cris D’Amato e Daniel Filho passa até o fim desta semana a “não recomendado para menores de 14 anos”, em decisão do Ministério da Justiça.

“A indicação inicialmente atribuída ao filme, ‘não recomendado para menores de 12 anos’, foi reconsiderada em uma nova análise da obra”, diz nota do ministério desta terça-feira. “Para os técnicos que analisaram o filme, ficou claro que as cenas valorizam o consumo de drogas (álcool) e que as situações sexuais são frequentes e envolvem adolescentes.”

A mudança está no Diário Oficial desta terça-feira. De acordo com o texto, os exibidores do filme têm cinco dias para “adequar as informações nas salas de projeção e sites” correlatos ao longa.

Exceto pelas drogas, nenhum assunto que permeie a adolescência fica de fora. Sexo, bullying, está tudo lá. “Não censuramos nada”, disse Cris D’Amato, codiretora da produção ao lado de Daniel Filho, responsável também pela série de TV baseada no livro da atriz Maria Mariana sobre a própria adolescência. “Se você vai falar de adolescente, não pode se privar de abordar nada”, continuou Cris, que falou sobre a escolha de jogar aberto com o espectador durante coletiva de imprensa de lançamento do filme. “Tudo foi explorado de maneira muito simples.” A regra vale para a nudez parcial das atrizes Sophia Abrahão (a Natasha de Amor à Vida e atual namorada de Fiuk) e Malu Rodrigues, intérpretes das irmãs Tina e Alice.

Nesse aspecto, o filme segue as diretrizes traçadas por Maria Mariana, que deu vida à personagem Diana na televisão. O livro da atriz, um fenômeno de vendas nos anos 1990, conta as experiências da própria autora na adolescência.