Clique e assine a partir de 9,90/mês

Rebelados contra o YouTube, sertanejos se unem em aplicativo de lives

Gusttavo Lima foi convidado para estrear projeto desenvolvido por Matheus, dupla de Kauan

Por Felipe Branco Cruz - Atualizado em 21 Apr 2020, 11h35 - Publicado em 21 Apr 2020, 11h06

O incontestável sucesso das lives sertanejas no YouTube ajudou a tirar do papel um antigo projeto do cantor sertanejo Matheus, dupla de Kauan: o desenvolvimento de uma plataforma própria para a transmissão de shows e eventos ao vivo na internet, sem depender de gigantes como o Google, Instagram ou Facebook. “O aplicativo já está em fase avançada de testes e deve entrar no ar no mês que vem”, disse Matheus.

O projeto, batizado de Live Live Brasil, que estava engavetado há alguns meses, foi retomado durante a quarentena após o YouTube aplicar de maneira mais rigorosa as restrições para as transmissões ao vivo, especialmente no que diz respeito ao artista indicar claramente qual é o público alvo (adulto ou infantil) e a evitar os palavrões, o consumo de bebidas alcoólicas e os anúncios terceirizados. Ou seja, tudo o que os cantores sertanejos tem feito até o momento.

“Eu não pensava em lançar o aplicativo neste momento. Mas, como surgiu essa polêmica com o YouTube, eu senti que deveria me posicionar antes da hora. O intuito principal vai ser levantar recursos para doações e também para ajudar outros profissionais da área musical”, explicou.

A plataforma, que deverá entrar no ar no próximo mês, funcionará no esquema pay-per-view, onde o público terá que pagar 9,99 reais para assistir a um determinado show ao vivo. Em contrapartida, Matheus garante que os fãs terão um contato mais próximo com o artista, podendo escolher quais músicas serão tocadas, participando de enquetes e fazendo perguntas. “É um valor necessário para bancar todo o custo que teremos, além de reservar parte desse dinheiro para as doações que pretendemos fazer.” Com a cobrança, Matheus acredita que o número de usuários online dificilmente será tão grande quanto no YouTube, mas a renda será proporcionalmente maior.

Continua após a publicidade
A dupla Matheus e Kauan Gustavo Luizon/VEJA.com

Marília Mendonça, Bruno & Marrone, Jorge & Mateus e Wesley Safadão atraíram milhares de pessoas para as suas lives. Dessa turma, César Menotti & Fabiano foram os que mais sentiram na pele a ação do YouTube — a transmissão ao vivo da dupla quase não aconteceu e posteriormente teve que ser editada para se adequar às diretrizes do site. Gusttavo Lima, por sua vez, tirou a própria live do ar e responde a uma representação do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

Matheus conta que procurou Gusttavo Lima e o convidou para inaugurar a plataforma. “O Gusttavo é um amigo antigo. Conversei com ele nesta semana e ele topou fazer parte do projeto”, afirmou. O cantor disse ainda que já sondou e está aguardando as respostas de artistas como Luan Santana, Bruno & Marrone e Jorge & Mateus.

“Também vamos ter regras para as lives e vamos fazer classificação de faixa etária. Mas não vamos impedir a criatividade do artista. Se ele quiser beber, falar besteira e se divertir – desde que respeite as leis -, ele vai poder fazer. Um cantor não é um robô e ele precisa se sentir à vontade para se comunicar com o seu público”, disse. “Não por acaso, nosso slogan será: ‘Quem não puder estar, ainda poderá sentir’.”

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Uma nova plataforma, onde você assiste ao vivo aos shows dos seus cantores favoritos por apenas R$ 9,99. E o mais importante, ainda reverte parte desta renda a quem mais precisa nesse momento! Em breve disponível para Celulares, Tablets, Computadores e Smart Tvs

A post shared by Live Live Brasil (@livelivebrasil) on

Publicidade