Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rapper que viralizou com música sobre fuga é condenado a 55 anos de prisão

Taymor McIntyre, conhecido como Tay-K, foi acusado de homicídio e roubo qualificado

O rapper americano Taymor McIntyre, conhecido como Tay-K, de 19 anos, foi condenado a 55 anos de prisão por homicídio e roubo qualificado. O rapper se tornou conhecido em 2017, quando viralizou com um clipe em que tratava justamente de sua fuga da polícia. Segundo o jornal The Guardian, o vídeo foi usado pela promotoria como uma das evidências de acusação.

McIntyre foi condenado junto com outros seis homens pelo assassinato de Ethan Walker, no estado americano do Texas, caso ocorrido em julho de 2016. Segundo a acusação, os homens invadiram a casa de Walker e pretendiam roubá-lo, mas acabaram atirando nele. Em depoimento, a namorada do rapaz morto afirmou que ele havia se rendido e estava com as mãos para o alto quando levou o tiro.

Depois de ter sido acusado do assassinato, McIntyre teve determinada prisão domiciliar. Em março de 2017, porém, removeu a tornozeleira eletrônica e fugiu. “F***-se essa m**** de prisão domiciliar… eles vão ter que me pegar”, escreveu em seu perfil no Twitter. Do Texas, seguiu para Nova Jersey, onde gravou o clipe de The Race, música em que ele fala sobre a questão de ser um fugitivo da polícia. Uma das cenas mostra ele em frente a um cartaz de “procurado” dele mesmo.

A canção se tornou um hit, entrando para a lista de mais ouvidas nos Estados Unidos e até ganhando novas versões de rappers famosos, como 21 Savage e Tyga. No YouTube, o vídeo, que foi lançado horas depois de McIntyre ser localizado pela polícia e preso, contabiliza 174,6 milhões de visualizações. Em janeiro de 2018, o single da música recebeu certificado de platina da Recording Industry Association of America.