Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Rainha sabia que Harry e Meghan pretendiam se afastar da realeza

Segundo Tom Bradby, amigo do casal, a monarca teria pedido ao neto que segurasse o comunicado feito na última quarta-feira, 8

Por Redação - Atualizado em 10 jan 2020, 11h41 - Publicado em 10 jan 2020, 11h31

A realeza britânica não vive a sua melhor fase familiar, e a harmonia não tem reinado no Palácio de Buckingham nos últimos dias. No novo capítulo da novela – que poderia facilmente integrar a trama de The Crown – o jornalista Tom Bradby, amigo do casal, revelou que as alegações de que a família real foi surpreendida pelo afastamento do príncipe Harry e da duquesa Meghan Markle, anunciado na última quarta-feira, 8, não são exatamente verdadeiras.

A decisão do duque e da duquesa de Sussex de tornar-se financeiramente independentes, na verdade, seria uma resposta a um afastamento que já estava em curso há algum tempo. “Eles voltaram do Canadá e discutiram com a família sobre os seus planos. Deixaram claro para eles enquanto estavam fora que haveria uma redução na monarquia e eles não eram eram exatamente parte disso”, declarou o âncora do ITV News durante o programa.

O momento do anúncio, no entanto, despertou a ira da rainha, que teria solicitado ao neto que segurasse o comunicado – pedido não acatado pelo casal, que anunciou o afastamento por meio do Instagram, sem aviso prévio à realeza, depois que informações sobre a decisão vazaram para a imprensa.

“Afirmar que o palácio estava no escuro em relação a isso é certamente uma inverdade”, declarou Bradby.

Publicidade

De acordo com Chris Ship, setorista da coroa britânica no ITV, a última gota para a decisão de Harry e Meghan foi a foto liberada pela monarquia em dezembro do ano passado como marco do início da década. O retrato foi tirado enquanto o casal estava em viagem ao Canadá e exibia a rainha Elizabeth II ao lado de Charles, William e do pequeno George – os três primeiros na linha de sucessão ao trono. Além disso, também não havia fotos do casal ou do filho Archie no vídeo da tradicional mensagem natalina da rainha.

Foto divulgada pela realeza em dezembro de 2019 para marcar o início da década Instagram/Reprodução

“Não estou dizendo que eles estavam excluindo Harry e Meghan. Harry nunca fez parte da linha de sucessão, isso é um fato brutal, mas começar a década com essa foto mostrou que a realeza estava verdadeiramente focando no futuro – a rainha e seus sucessores”, ponderou Ship.

Tom Bradby entrevistou o casal para o documentário Harry & Meghan: An African Journey, exibido na ITV em outubro de 2019. Na ocasião, a produção causou burburinho por revelar que relação entre a família real não era das melhores.

Publicidade