Clique e assine a partir de 9,90/mês

Quem tomou qual lado na separação que rachou o reino do Projac

Colegas, como Bruna Marquezine, dão 'unfollow' em Marina Ruy Barbosa, apontada como pivô do término, enquanto outros defendem a atriz

Por Da Redação - Atualizado em 21 fev 2019, 16h39 - Publicado em 20 fev 2019, 14h50

O bom-mocismo padrão que costuma dominar toda e qualquer interação entre celebridades globais nas redes sociais – a saber: elogios mútuos, emojis de coração e ativismo social light – foi varrido nos últimos dias por emoções demasiado humanas.

A separação do casal Débora Nascimento e José Loreto, trama de maior audiência do momento embora não passe na TV, causou um racha entre jovens estrelas do primeiro time da emissora e transformou o Projac em uma espécie de Game of Thrones sem sangue, onde as armas usadas são likes, descurtidas e unfollows. O público, é claro, acompanha, compartilha e comenta.

Não por acaso, o assunto rivalizou nos trending topics do Twitter, na terça-feira 19, com outra intriga palaciana: os áudios das conversas entre o presidente Jair Bolsonaro e o agora ex-ministro Gustavo Bebianno revelados por VEJA.

Tudo começou quando colunas de fofoca noticiaram que o motivo do término seria uma traição por parte de Loreto. Mais do que isso: uma traição com uma colega do elenco de O Sétimo Guardião, a novela das 9 da Globo. Par romântico do ator no folhetim, Marina Ruy Barbosa logo foi apontada como o possível pivô. Ela prontamente negou qualquer envolvimento com o colega. Caso encerrado? Não exatamente.

Apesar da negativa, internautas apontaram que atrizes como Bruna Marquezine, Sophie Charlotte, Fiorella Mattheis e até Giovanna Ewbank, madrinha de casamento de Marina, pararam de segui-la no Instagram. O veredicto das redes? Com o unfollow, o estrelado grupo tomava partido de Débora no caso e isolava a colega, indicando que ela teria alguma culpa no cartório. No mais recente desdobramento, artistas do elenco de O Sétimo Guardião manifestaram apoio a Marina – e fãs da atriz cobraram que Loreto também seja responsabilizado na polêmica.

Confira abaixo todos os capítulos (até agora) do mais novo folhetim global:

16 de fevereiro – A separação 

Sem citar causas, a assessoria de Débora Nascimento confirma o fim do casamento de quase quatro anos da atriz com José Loreto. O jornal carioca Extra, do Grupo Globo, noticia que “uma atriz casada se envolveu com o galã nos bastidores” de O Sétimo Guardião. Marina Ruy Barbosa, casada com o piloto e empresário Alexandre Negrão, posta mensagem no Twitter negando qualquer envolvimento.

17 de fevereiro – Apoio

Depois de Débora postar foto com a filha Bella, de 10 meses, e escrever “juntas, sempre”, atrizes – Isis Valverde, Yanna Lavigne, Giovanna Ewbank e Monica Iozzi, entre outras – dão like e enviam mensagens de apoio. “Ainda bem que o mundo tem mulheres como vocês”, escreve Alice Wegmann. “Que sua filhota cresça com todo esse amor que você dá. E que vocês duas se bastem sempre.”

View this post on Instagram

juntas, sempre #MinhaBellaAlegria

A post shared by Débora Nascimento (@debranascimento) on

19 de fevereiro – Até tu, Gio?

Continua após a publicidade

Internautas apontam que Bruna Marquezine, Giovanna Ewbank, Sophie Charlotte, Fiorella Mattheis, Thaila Ayala e a própria Débora Nascimento deixaram de seguir Marina no Instagram. O movimento seria um forte indício de que ela seria, sim, o pivô da separação.

Todas, de fato, não seguem a protagonista de O Sétimo Guardião, mas na rede social não é possível checar se alguém deu unfollow em uma pessoa ou se simplesmente nunca a seguiu. Mas seria estranho que Marquezine, amiga de infância de Marina e sua colega no elenco de Deus Salve o Rei (2018), e Ewbank, que foi madrinha de casamento da atriz, não a seguissem.

View this post on Instagram

A post shared by Giovanna Ewbank (@gioewbank) on

View this post on Instagram

Quanta gratidão pelo nosso reencontro. É muito bom lembrar o quanto gosto de você ❤️ @marinaruybarbosa deusa (juro que não combinamos de ir de branco) (nem de sapato preto) @deussalveorei #DSR foto @sergiozalis

A post shared by Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) on

Continua após a publicidade

19 de fevereiro – Alô?

Léo Dias, do jornal carioca O Dia e do programa Fofocalizando, do SBT, relata que recebeu uma ligação de Marina na qual a atriz negava que tivesse organizado uma festa do elenco da novela “sem celulares e sem a presença de cônjuges”, como o colunista havia informado anteriormente. A global disse que realmente pensou em fazer uma comemoração sem celulares – para favorecer a interação – com os colegas em sua casa, mas que seu marido sabia e apoiava. Depois do vazamento do convite, ela resolveu cancelar. A uma seguidora que a questionou sobre o assunto, ela responde: “Nesse dia da suposta festa proibida, eu estava em minha casa, bem agarradinha com o meu marido”.

Léo Dias relata também que Marina perguntou quais atrizes a apontavam como pivô da separação. O colunista não revelou suas fontes.

19 de fevereiro – Em defesa

Colegas de elenco demonstram apoio a Marina Ruy Barbosa. Letícia Spiller posta uma foto com a atriz e escreve: “Marina Linda Ruy Barbosa”. Isabela Garcia engrossa o coro: “Adoro essa garota!”.

View this post on Instagram

Marina Linda Rui Barbosa 💜🌟#Luz #Marilda #osetimoguardiao #amo

Continua após a publicidade

A post shared by Leticia Spiller (@arealspiller) on

Entre os internautas, o foco também parece mudar. Fãs da atriz cobram “mais sororidade” das colegas de Projac e reclamam do fato de Marina – e não José Loreto – estar no centro da polêmica. Vários, inclusive, foram às redes sociais do ator cobrar um posicionamento dele sobre o caso. “Enquanto você está quietinho a Marina está sendo massacrada pelas colegas machistas”, diz um comentário.

View this post on Instagram

A post shared by José Loreto (@joseloreto) on

Publicidade