Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quadro de Cézanne roubado na Suíça em 2008 é recuperado na Sérvia

'O Menino de Colete Vermelho' havia sido levado por três homens e foi localizado após operação da polícia

O quadro O Menino de Colete Vermelho, de Paul Cézanne, roubado em Zurique (Suíça) em 2008 e avaliado em 100 milhões de euros (240 milhões de reais), foi recuperado em Belgrado após uma ampla operação da polícia e da procuradoria especial para o crime organizado, informou nesta quinta-feira a emissora de rádio B92.

Ainda não há confirmação oficial, mas tanto a televisão pública RTS como a versão eletrônica do jornal Blic, além da rádio, anunciam a recuperação da obra, assim como a detenção, em Belgrado e na cidade de Cacak, 150 quilômetros ao sul da capital sérvia, de três suspeitos do roubo.

Fontes do Ministério do Interior sérvio evitaram confirmar ou desmentir a notícia, mas falaram sobre a possibilidade de uma entrevista coletiva para abordar o assunto nesta quinta-feira.

A operação foi preparada durante vários meses e a polícia sérvia cooperou com colegas de vários países na busca da obra roubada e de seus ladrões, segundo a imprensa local.

Datado de 1888, o quadro foi roubado em 10 de fevereiro de 2008 por três pessoas encapuzadas e armadas no Museu de Zurique, junto com outras três obras: Comte Lepic et ses Filles, de Edgar Degas (1871); Branche de Marronnier em Fleurs (1890), de Vincent Van Gogh; e Les Coquelicots près de Vétheuil (1879) de Claude Monet. Todas faziam parte da coleção de Emil Bührle. Duas das telas levadas na ocasião, a de Monet e a de Van Gogh, foram encontradas dias depois, abandonadas em um carro, mas as outras duas (de Cézanne e Degas) estavam desaparecidas desde então.

(Com agência Efe)