Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produtores de filme de Tom Cruise processam empresa por acidente

Tragédia que aconteceu em 2015 durante as gravações de ‘Feito na América’ matou duas pessoas

Dias antes da estreia do filme Feito na América, estrelado por Tom Cruise, os produtores do longa entraram com um processo contra a empresa de aviação S&S Aviation, responsável pela aeronave que caiu em 2015 com membros da equipe de filmagem durante as gravações. No Brasil, o filme estreia nesta quinta-feira.

Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, as produtoras Cross Creek Pictures, Imagine Entertainment, Quadrant Pictures e Vendian Entertainment abriram ação pedindo indenização afirmando que houve negligência por parte da empesa de aviação em “não inspecionar, reparar, manter e garantir aeronavegabilidade da aeronave” e “não operar a aeronave de forma segura, não fornecer informações adequadas antes do voo, instrução, treinamento e supervisão ao piloto no comando”.

O novo capítulo da briga aparece em um cenário já cheio de discussões e controvérsias judiciais, nas quais as partes se acusam e negam responsabilidade pelo que aconteceu. Não há, por exemplo, um acordo sobre quem estaria pilotando o avião no momento da queda. A família dos mortos sugeria que uma produção apressada contribui para esse tipo de acidente, enquanto a empresa de seguro Great American alega que a aeronave não tinha uma certificação ou licença adequada.

Alan Purwin, um dublê de piloto de avião, e o aviador Carlos Berl morreram na tragédia. Um dos sócios da companhia área, Jimmy Lee Garland, também estava na aeronave e ficou sem movimentos na parte inferior do corpo.