Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Princesa Diana empurrou madrasta da escada, revela documentário

Empregados que presenciaram a cena disseram que foi uma ação 'cruel'

A conturbada relação de princesa Diana e sua madrasta, a condessa Raine Spencer, é tema do documentário Princess Diana’s ‘Wicked’ Stepmother (A Madrasta Má da Princesa Diana, em tradução direta), que será exibido nos Estados Unidos pelo canal Smithsonian na segunda-feira, 28. Segundo trecho divulgado pela revista Entertainment Weekly, o filme, amparado por entrevistas com pessoas que trabalhavam na casa da aristocrática família, conta que a princesa empurrou a madrasta de uma escada em uma cena digna de conto de fadas macabro.

O caso aconteceu quando Diana já tinha 28 anos. Em uma das muitas discussões entre as duas, a princesa empurrou Raine com tanta força que ela rolou escada abaixo. “[Raine] ficou muito machucada e terrivelmente chateada”, afirma Sue Howe, ex-assistente pessoal da condessa no documentário. Ela completa dizendo que a reação da princesa foi “cruel e sem coração”.

Raine entrou para a família de Diana em 1969, quando o pai da princesa, o conde Earl John Spencer, se divorciou da mãe de Diana, Frances Shand Kydd. Juntamente com seus três irmãos Charles, Jane e Sarah, a jovem Diana deu à intrusa da família o apelido de “Acid Raine” (Raine ácida).

“Eles estavam acostumados a ter o pai deles e, quando Raine apareceu, foi um desastre”, diz o biógrafo real Penny Junor.

A relação entre as duas mulheres ficou ainda pior quando Raine decidiu vender antiguidades preciosas da família para financiar uma reforma imponente na mansão, alterando toda a decoração feita anteriormente pela mãe de Diana. Segundo Penny, Raine “não era sensível” com a maneira como lidava com a casa, pois não tinha um “apego sentimental como Diana”.

Raine Spencer e o pai da princesa Diana, Earl Spencer em frente a mansão Althorp Raine Spencer e o pai da princesa Diana, Earl Spencer, em frente a mansão Althorp

Raine Spencer e o pai da princesa Diana, Earl Spencer, em frente a mansão Althorp (Tim Graham / Colaborador/Getty Images)

As desavenças entre as duas diminuíram após o divórcio de Diana e príncipe Charles, em 1992. A madrasta, quem diria, foi a pessoa para quem a princesa recorreu em meio a crise. Diana convidou Raine, na época com o novo marido o conde francês Jean-François de Chambrun, para um almoço. Nele, segundo Peter Constandinos, cabeleireiro e amigo de Raine, a princesa teria dito a madrasta: “Sei que você amou profundamente meu pai e tenho que agradecer por todos os anos de felicidade que você lhe deu”. Diana morreu em 1997 em um acidente de carro na França, enquanto Raine sucumbiu ao câncer em 2016.

“Elas eram fortes até o âmago, sobreviventes”, disse o ex-mordomo de Diana Paul Burrel ao New York Post. “Elas sofreram adversidades e tragédias que as uniram”, finalizou.

Princesa Diana se reconciliou com a madrasta três anos antes de seu trágico acidente de carro Princesa Diana se reconciliou com a madrasta três anos antes de seu trágico acidente de carro

Princesa Diana se reconciliou com a madrasta três anos antes de seu trágico acidente de carro (Princess Diana Archive / Correspondente/Getty Images)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Napoleão Gomes

    Sim, mas a madrasta era malvada que nema bruxa do 71 e a rainha Elizabeth!

    Curtir