Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiro paredão consolida estilo anti-textão de Leifert no BBB

Na eliminação de Gabriela Flor, apresentador recorreu ao universo geek e aos esportes para tecer um texto curto sobre o programa e os indicados ao paredão

Não há mais dúvida: o Big Brother Brasil não é mais o mesmo. A baiana Gabriela Flor, primeiro concorrente a deixar o reality show neste ano, reencontrou a família, do lado de fora do confinamento, de uma forma incomum. Gabriela deve ter sido a primeira BBB a sair do jogo sem passar pela via-crúcis de ouvir um discurso de pretensões literárias — e também de furos lógicos — de Pedro Bial, o jornalista que comandou o programa em todas as suas edições, até passar o bastão para Tiago Leifert neste ano. Fã de games e de esportes, área onde ganhou projeção na Globo, Leifert fez uso dos seus temas favoritos para costurar um discurso curto — curtíssimo se comparado aos do antecessor — e, sem prejuízo da coerência, anunciar que a bailarina havia sido eliminada com 59% dos votos, deixando o cirurgião plástico gaúcho Marcos por pelo menos mais uma semana no reality show.

Antes de anunciar o resultado do paredão, Leifert quis, com a ajuda de alguns dos hóspedes da casa, teorizar sobre o programa. “Pedro, o BBB é como o RPG?”, perguntou ao garoto dos vestidos, explicando ao público, sem sombra do hermetismo de verniz poético de Pedro Bial, que RPG é um jogo em que os participantes assumem personagens. “Sim”, concluiu ele mesmo, antes de passar a boa para a atleta paralímpica Marinalva. “Me diga, adianta implorar para o Comitê Olímpico para voltar ao jogo?”, disse, lembrando as regras do reality.

Leifert ainda tentou causar algum mal-estar entre os candidatos, mas de maneira tão leve que não deve ser lembrado por ninguém no travesseiro. “O Big Brother é muito, muito mais difícil do que parece. Agora, vocês estão sentindo isso. A gente faz uma casa super colorida, mas essa casa não é de vocês, é de quem vê o programa. Esse não é um jogo de convivência. É um jogo de eliminação. Você pode até achar que a sua conversa na piscina é mais interessante do que aquela que está rolando na academia”, afirmou, como para plantar a dúvida.

Posto ao lado de Pedro Bial, Tiago Leifert soa seco, breve, contido. Econômico. E até delicado. Mas, verdade seja dita, o estilo non-sense de Bial tinha o seu charme. Ou, ao menos, o seu folclore. Fãs do pitoresco, na noite desta terça-feira as redes sociais lamentaram a falta de um textão daqueles. Confira abaixo a repercussão do primeiro discurso de paredão de Tiago Leifert.

 

 

 

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Wilson Da Costa Junior

    Nussa…o Pedro era Ruim, mas o Tiago é Muito Ruim…Deusmelivre.

    Curtir

  2. Mais 1 lixo da Globo, programa para idiotas, maloqueiros e pessoas de baixo nível, bem a nível dessa emissora que tem Faustão, Huck e o idiota do Galvão Bueno, o rei da gafe.Fora Globo.

    Curtir

  3. André Morais

    Nada contra quem assiste, mas também nada a favor desse programa. Não nos acrescenta muita coisa, com ou sem Bial ou Leifert.

    Curtir

  4. Lorena Simoes

    O pior bbb de todos esse Thiago aí não é bom apresentador e nem bom pra improviso!!! Prefiro Pedro bial😉( Minha opinião )

    Curtir