Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Preços baixos atraem produtores de Hollywood na Romênia

Nos últimos anos, bons profissionais, custos atraentes e arquitetura variada são alguns dos motivos que têm levado atores e diretores a filmarem em Bucareste

De fábrica prolífica de superproduções épicas nacionalistas durante o comunismo a um dos destinos preferidos de Hollywood para rodar filmes a preços mais baixos e com bons profissionais: esse é o caminho percorrido no último meio século pela Romênia como local de filmagens.

A Romênia desbancou países como Hungria e República Tcheca como Meca das grandes filmagens internacionais, como explica Terry Gilliam, um dos membros do grupo de humor Monthy Python e consagrado diretor de cinema americano. “Após a queda do comunismo foi Praga, depois foi Budapeste; agora é Bucareste”, disse Gilliam, que pôs seus olhos no país balcânico para rodar seus filmes.

Fizeram o mesmo nos últimos anos atores e diretores como Andy García, Sharon Stone, Jean-Claude Van Damme, Nicolas Cage, Mickey Rourke, John Voight, Kevin Costner e Francis Ford Coppola. Todos foram atraídos pelos baixos custos, a qualidade dos técnicos e a infraestrutura, assim como pela variedade de paisagens e áreas urbanas para gravar, explica Bogdan Moncea, da produtora Castel Film, a maior do país.

Os primeiros filmes estrangeiros foram gravados na Romênia no início dos anos 1990. “Desde então, foram construídos novos sets de filmagem, se criou uma base material de equipamento e os profissionais ficaram cada vez mais preparados e instruídos no sistema americano de fazer filmes”, conta Moncea.

Prestígio – Em 2002, o país recebeu a gravação de Cold Mountain, a maior produção realizada na Romênia, que consolidou o prestígio do país como destino da indústria do cinema. Também contribuiu o sucesso alcançado nos últimos anos pela nova geração de diretores romenos, liderada por Cristian Mungiu, vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes por Quatro Meses, Três Semanas e Dois Dias.

Uma das maiores vantagens de gravar na Romênia é a diversidade natural e arquitetônica, que dá aos diretores a possibilidade de ambientar no país histórias diversas. As casas arcaicas, seus blocos uniformes de viés comunista e a cidade vibrante, moderna e cosmopolita são algumas das opções que oferece a capital romena, Bucareste. Ao norte, estão as montanhas da Transilvânia e suas impecáveis cidadelas e castelos medievais. Ao leste, fica a costa do Mar Negro, e ao sul, intermináveis planícies desérticas.

No centro do país, na província de Arges, foi rodada há um ano a minissérie de televisão Hatfields & McCoys. Com Kevin Costner como protagonista, a produção registrou a maior audiência de um programa não esportivo na história da televisão americana e rendeu ao ator o primeiro Emmy de sua carreira. Em seu discurso de aceitação, ele elogiou os colaboradores da Romênia. “Tivemos que vir até a Romênia para rodar esta história americana. Quero agradecer à comunidade cinematográfica que nos ajudou em Bucareste”, disse.

(Com agência EFE)