Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Portela retorna à Cidade do Samba

Barracão da escola foi destruído em fevereiro, por um grande incêndio que atingiu também as instalações da Grande Rio e da União da Ilha do Governador

Dez meses depois do incêndio que destruiu seu barracão, a Portela vai retornar à Cidade do Samba. A mudança está prevista para a madrugada de sábado. A União da Ilha, que assim como a Portela estava ocupando um espaço no entorno da Cidade, também já pode ocupar novamente seu barracão. A Grande Rio não chegou a sair: a escola perdeu todas as fantasias, ficou reduzida a um carro alegórico, e foi acolhida num barracão que pertence à Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa).

A Cidade do Samba abriga as oficinas onde as escolas do Grupo Especial constroem seus carros alegóricos e boa parte das fantasias. No dia 7 de fevereiro, um incêndio causado por “ação humana involuntária”, segundo o laudo do Instituto Carlos Éboli, destruiu os barracões da Portela, da União da Ilha do Governador e da Grande Rio e da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa). O tipo de material utilizado ali – muito plástico, isopor, cola, madeira e tecidos – é altamente nflamável, o que facilitou a propagação das chamas. Uma coluna de fumaça negra subiu, ficando visível de todo o Centro do Rio de Janeiro.

O incêndio levou a mudanças no regulamento de 2011. As três agremiações atingidas foram consideradas ‘hors concours’ e, portanto, sequer receberam notas dos julgadores. Também foram alterados a ordem de apresentação das escolas e o dia do desfile de algumas. Além disso, o rebaixamento foi suspenso para as outras nove concorrentes. Assim, o carnaval de 2012 terá, excepcionalmente, 13 escolas de samba desfilando pelo Grupo Especial, na Marquês de Sapucaí.

A Cidade do Samba foi construída para dar às 12 escolas do Grupo Especial uma infra-estrutura condizente com a dimensão do Carnaval carioca. Ela foi inaugurada em 2005, em um terreno de 92 mil metros quadrados, no bairro da Gamboa, próximo ao Cais do Porto e, também, do Sambódromo, o que facilita a movimentação dos enormes carros alegóricos das oficinas até a Marquês de Sapucaí nos dias de desfile.

VEJA GALERIA DE FOTOS DO INCÊNDIO