Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por bebê de Kate, rainha muda regra da realeza

A rainha Elizabeth II, da Grã-Bretanha, anunciou nesta quinta-feira que, caso o casal tenha uma menina, ela terá direito ao título de princesa

A rainha Elizabeth II, da Grã-Bretanha, anunciou que caso o príncipe William e sua esposa grávida, Kate, tenham uma menina, ela receberá oficialmente o título de princesa, em uma alteração das regras estabelecidas há quase um século. Sob a proclamação do rei George V em dezembro de 1917, apenas o filho mais velho de William e Kate, que deve dar à luz por volta do meio do ano, seria chamado de príncipe. Uma menina teria apenas o título de “dama” e não seria conhecida por “sua alteza real”.

Leia também:

Kate Middleton está grávida, anuncia família real

Entretanto, a rainha emitiu uma “carta-patente” — uma forma de anúncio real — para mudar esta regra, para que todos os filhos de William, cujo pai, o príncipe Charles, é o herdeiro do trono, sejam tratados iguais.

Um aviso publicado no London Gazette, o diário oficial de registros britânicos, disse: “Todas as crianças do filho mais velho do príncipe de Gales (Charles) devem ter e gozar do estilo, título e atributos de alteza real, com a dignidade do título de príncipe ou princesa prefixado ao seu nome cristão ou com outros títulos de honra”.

Leia também:

Problema de Kate afeta até 2% das grávidas

A mudança já era esperada, depois de a Grã-Bretanha e outros 15 países da comunidade britânica que têm a rainha como sua monarca concordarem com uma mudança nas regras da sucessão real, para que os homens não tenham mais a prioridade ao trono.

Entretanto, a mudança em meio à gravidez de Kate não deixa de suscitar curiosidade — teria a rainha mudado as regras por saber que Kate está grávida de uma menina? Ou a rainha estaria apenas tentando reparar o fato de ter rebaixado Kate no ano passado?

(Com agência Reuters)