Clique e assine a partir de 9,90/mês

Polícia: modelo encontrado morto em MG pode ter sofrido acidente

Corpo foi encontrado em decomposição por bombeiros e foi reconhecido por familiares

Por Da Redação - Atualizado em 27 nov 2016, 13h41 - Publicado em 27 nov 2016, 13h14

O modelo fotográfico Werner Maurer Rabello, encontrado boiando no Rio Claro, em Santa Rita de Caldas (MG), pode ter caído na água por acidente. De acordo com o G1, a informação foi confirmada na manhã de sábado, 26, pelo delegado Leonardo Hellmeister, que está à frente do caso. Rabello, que tinha 44 anos e morava em Caldas (MG), estava desaparecido desde domingo, 20. No entanto, sua última postagem no perfil do Facebook foi no sábado, 21.

“Pelos levantamentos da perícia e do médico legista, há uma grande possibilidade de que ele tenha caído no rio por acidente”, explicou Hellmeister. “A outra possibilidade é suicídio. Outras hipóteses ainda não estão descartadas, mas essas duas são as mais fortes. Ele tinha lesões, mas o legista constatou que elas foram provocadas pela queda. Pedimos outros laudos e exames. Ainda não há nada consolidado”, afirmou.

 

Corpo foi encontrado em decomposição
Rabello era natural de São Paulo (SP) e se formou em administração de empresas pela PUC de Poços de Caldas, em Minas Gerais. Na carreira de modelo, passou pela Escola de Atores Wolf Maya e pela agência Brave Model Management. Entre os trabalhos recentes que Rabello compartilhou nas redes sociais, ele fez a campanha de Natal para a linha masculina de produtos da marca O Boticário.

A família começou a procurá-lo no último domingo, 20. Quando os bombeiros o localizaram, o corpo já estava em estado de decomposição, mas foi reconhecido pelos familiares.

Continua após a publicidade

Segundo o G1, o corpo do modelo foi encaminhado para autópsia no Instituto Médico Legal (IML) de Poços de Caldas (MG). De acordo com o delegado Leonardo Hellmeister, o laudo final deve sair em até 15 dias. “Mas na segunda-feira [28] já devemos iniciar as investigações. Entrevistamos alguns parentes e amigos dele, mas não foi uma oitiva, nada formal. O que intriga é que ele já estava desaparecido alguns dias, então precisamos saber como era a vida social dele”, disse.

Publicidade