Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pó branco no banheiro onde Whitney Houston morreu era cocaína, diz autópsia

Relatório de 42 páginas revela detalhes sobre as circunstâncias da morte da cantora

Vestígios de cocaína foram encontrados em uma pequena colher no banheiro onde a cantora Whitney Houston morreu, em 11 de fevereiro, nos Estados Unidos. A informação faz parte do relatório de 42 páginas da autópsia, divulgado nesta quarta. A cantora também tinha uma pequena perfuração no septo nasal.

A causa oficial da morte da cantora foi afogamento como consequência da doença cardíaca coronariana e uso de cocaína. A polícia de Los Angeles já havia apontado a droga como uma das causas do afogamento que levou à morte da cantora.

O relatória conta ainda que a última pessoa a ver Whitney Houston viva foi sua assistente pessoal. “Ela encontrou a cantora de bruços na banheira, que estava cheia d’água. Ela chamou o segurança que a ajudou a retirar o corpo da banheira. A assistente correu à recepção do hotel e pediu para ligarem para 911.”

O exame toxicológico apontou indícios de cocaína, maconha, do ansiolítico Xanax, do anti-espasmótico Flexeril e do anti-alérgico Benadryl.