Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paulo Vilhena organiza mostra de telas pintadas em ‘Império’

As 20 obras selecionadas compõem a exposição 'Domingos Salvador por Ana Durães', em cartaz a partir de 1º de abril

Por Da Redação - 31 mar 2015, 10h41

Intérprete do maluco Salvador em Império, um pintor esquizofrênico vivido com muita verve pelo ator, o santista Paulo Vilhena assina a curadoria da mostra Domingos Salvador por Ana Durães. A exposição reúne as telas que teriam sido feitas por Salvador — e que na verdade foram produzidas pela artista citada no título da mostra — no folhetim, a partir desta quarta-feira, 1º de abril, na Luis Maluf Art Gallery, em São Paulo. O ator selecionou 20 obras da ghost painter (pessoa que produz uma obra de arte anonimamente para ser assinada por outra pessoa) Ana Durães.

Leia também:

Atuação de Paulo Vilhena em ‘Império’ é coisa de louco

‘Império’: Aguinaldo Silva compara Comendador a Getúlio

Continua após a publicidade

‘Império’: acompanhe o último capítulo da novela das nove

No evento, serão leiloados duas obras e dois desenhos. A verba deve ir para o Museu de Imagens do Inconsciente, do Instituto Municipal Nise da Silveira, onde algumas das cenas de Império foram gravadas. O museu surgiu com o intuito de reunir as obras criadas pelos pacientes, que trabalham diversas correntes artísticas. De acordo com Ana, a obra de Domigos Salvador é influenciada pelo pós-impressionismo e pelo expressionismo alemão, mas mantém um frescor e características particulares do personagem.

Ana Durães
Ana Durães VEJA

(Da redação)

Publicidade