Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paul Simon põe Nova York como ponto final da derradeira turnê

Músico admitiu estar cansado de realizar turnês após 50 anos sobre os palcos, mas não descartou fazer apresentações pontuais no futuro

A lenda do folk rock Paul Simon disse nesta segunda-feira que planeja coroar sua turnê de despedida com uma última série de shows em sua cidade natal, Nova York. O ex-integrante da dupla Simon e Garfunkel anunciou no mês passado sua aposentadoria dos palcos com uma turnê que o levará para a América do Norte e Europa, mas Nova York estava ausente de seu itinerário inicial.

Divulgando novas datas, Simon, de 76 anos, disse que tocará em 15 de setembro na cidade vizinha Newark, em Nova Jersey, onde nasceu e passou seus primeiros anos, e depois, em 20 e 21 de setembro, no Madison Square Garden em Nova York. Simon planeja também um show final em Nova York em 22 de setembro, ainda sem local definido.

“Muitas vezes me perguntei como seria chegar ao momento que consideraria levar minha carreira profissional a um fim natural”, contou em comunicado. “Agora sei: é um pouco inquietante, um pouco estimulante e sinto algo de alívio.”

Simon admitiu estar cansado de realizar turnês após 50 anos sobre os palcos, mas não descartou fazer apresentações pontuais no futuro, especialmente em benefício a causas que acredita, como a preservação do meio ambiente.

Com canções pacifistas como Bridge Over Troubled Water e Mrs. Robinson, Simon faz parte da geração de músicos de 1960. Mais tarde, se tornou um dos pioneiros da world music, ou música do mundo, e em 1986 gravou um álbum com músicos sul-africanos, Graceland, com o qual ganhou um Grammy.