Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para manter segredo, nome de Jon Snow foi banido dos sets de ‘Game of Thrones’

Personagem era mencionado através do codinome "LC" durante a produção dos novos episódios

(Atenção: o texto a seguir contém spoilers do segundo episódio da sexta temporada de Game of Thrones)

No episódio de Game of Thrones, exibido no último domingo, a série finalmente apresentou uma solução para a sofrida morte de Jon Snow (Kit Harington) no final da temporada anterior. Até então, a HBO estava fazendo de tudo para manter segredo sobre o destino do personagem. Um dos truques para que ninguém descobrisse a grande – e já esperada – revelação foi banir o nome de Jon Snow de todos os roteiros e também das conversas nos sets de filmagem. Segundo a revista Entretainment Weekly, os produtores David Benioff e Dan Weiss deram ao personagem um codinome que deveria ser sempre usado: “LC,” que significa “Lord Commander”, o posto militar do herói antes de sua morte.

LEIA TAMBÉM:

‘Game of Thrones’ pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

Jon Snow e o spoiler que todos já sabiam

Últimas temporadas de ‘Game of Thrones’ podem ser mais curtas

Autor de ‘Game of Thrones’ quer produzir um spin-off da série

As iniciais “LC” apareciam em qualquer elemento conectado ao personagem, como figurinos, adereços, listas de elenco e até ensaios nos bastidores. O próprio ator contou à revista americana que ninguém tinha permissão de falar “Jon Snow” durante o trabalho. O nome do herói só era ouvido nos sets quando algum personagem o mencionava em um diálogo que estivesse sendo gravado. Os criadores do programa também usavam apenas o codinome, mesmo em conversas entre os dois para evitar que alguém escutasse sem querer o que não devia.

Como visto no segundo episódio da nova temporada, o personagem voltou da morte pelas mãos da Sacerdotisa Vermelha, Melisandre, vivida por Carice van Houten. Kit Harington, que inicialmente falou aos fãs que o personagem estaria para sempre morto, chegou a pedir desculpas em outra entrevista à Entertainment Weekly. “Gostaria de pedir perdão, pois menti para todos. Meu maior medo era que as pessoas não se importassem. Mas o público sentiu o luto do personagem. O que significa que eu estou – ou a série – trabalhando direito”, explicou.