Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para além de ‘Aladdin’: relembre quais são os próximos remakes da Disney

Estúdio continua a investir em versões com atores de suas animações clássicas; quase vinte títulos já foram encomendados

Os fãs do universo Disney estão sendo presenteados constantemente – isto porque, desde 2010, o estúdio passou a investir massivamente na produção de live-actions, ou seja, remakes com atores de suas clássicas animações. Alice no País das Maravilhas (2010), Malévola (2014) e A Bela e a Fera (2017) são bons exemplos do sucesso que as novas versões podem alcançar, pegando carona no sentimento de nostalgia do público que fielmente acompanhou os desenhos. Nesta semana, outro filme se juntou à lista dos clássicos revividos: Aladdin, que reconta a história do menino cuja vida sofre uma reviravolta após encontrar um gênio preso em uma lâmpada mágica. Mas os planos da Disney estão longe de parar por aí, já que outros remakes já estão no forno. Confira o que se sabe sobre cada projeto que está por vir:

O Rei Leão

Desde que o primeiro teaser da nova versão de O Rei Leão foi divulgado, há um debate na internet sobre se ele realmente se encaixa na categoria live-action – afinal, o filme é produzido por computação gráfica. Em uma entrevista ao site da revista americana The Hollywood Reporter, o presidente da Walt Disney Motion Pictures, Sean Bailey, afirmou que o longa consiste em um híbrido, utilizando-se de elementos tanto das animações como de live-actions. Mas o que importa mesmo é que, em pouco mais de um mês, os fãs do clássico da Disney poderão rever a jornada de Simba. Dessa vez, com vozes de Donald Glover (como o Simba) e Beyoncé (Nala), além de James Earl Jones, que volta a dublar o personagem Mufasa. O filme está previsto para chegar aos cinemas brasileiros no dia 18 de julho.

Malévola: Dona do Mal

O primeiro filme sobre a vilã de A Bela Adormecida, lançado em 2014, arrecadou 758,5 milhões de dólares mundialmente, sucesso que garantiu a sequência Malévola – Dona do Mal, com previsão de estreia para 17 de outubro. O primeiro teaser divulgado mostra um embate entre a protagonista interpretada por Angelina Jolie e a Rainha Ingrith, que será vivida pela atriz Michelle Pfeiffer. Elle Fanning retorna ao papel da princesa Aurora.

Mulan

A atriz Liu Yifei como Mulan na primeira imagem oficial do novo filme da Disney A atriz Liu Yifei como Mulan na primeira imagem oficial do novo filme da Disney

A atriz Liu Yifei como Mulan na primeira imagem oficial do novo filme da Disney (//Divulgação)

A história da jovem chinesa que se disfarça de homem para servir ao exército imperial no lugar de seu pai voltará às telas em 2020, mais de vinte anos após a estreia da animação de 1998. A escolhida para viver a heroína foi Liu Yifei, atriz popular na China e dona de habilidades marciais necessárias para o papel. Em O Reino Proibido (2008), ela trabalhou com nomes como Jackie Chan e Jet Li, que fará parte do elenco de Mulan como o Imperador da China.

O longa trará algumas diferenças em relação à animação original, como a adição de novos personagens. Entre eles estão o Comandante Tung (Donnie Yen), uma espécie de mentor da protagonista, e a bruxa Xian Lang, uma das vilãs da trama, que será interpretada pela atriz Gong Li, famosa por Memórias de uma Gueixa (2005) e Hannibal, a Origem do Mal (2007). Há ainda um novo interesse amoroso: no lugar de Li Shang, Mulan se apaixonará por Chen Honghui (Yoson An), um membro da unidade do Comandante Tung de quem ela acaba ficando próxima.

Cruella

Emma Stone vai interpretar a vilã Cruella De Vil, de ‘101 Dálmatas’

Emma Stone vai interpretar a vilã Cruella De Vil, de ‘101 Dálmatas’ (Taylor Hill/Getty Images/Disney/Divulgação)

Previsto para dezembro de 2020, um filme sobre a vilã do clássico Os 101 Dálmatas, Cruella de Vil, chegará aos cinemas com Emma Stone (La La Land, A Mentira) como a protagonista e com direção de Craig Gillespie (de Eu, Tonya). Esta versão deve funcionar como uma história de origem e mostrará uma Cruella mais jovem no início dos anos 1980. Não será o primeiro remake da animação de 1961: em 1996, Glenn Close deu vida à malvada em uma versão em live-action da história, que teve sequência em 2002, com Os 102 Dálmatas.

A Dama e o Vagabundo

O remake de 'A Dama e o Vagabundo' (2019) O remake de ‘A Dama e o Vagabundo’ (2019)

O remake de ‘A Dama e o Vagabundo’ (2019) (Walt Disney Studios/Divulgação)

Famoso pela cena na qual dois cachorros dividem um espaguete, o clássico de 1955 vai ganhar um remake (com cachorros de verdade!) para o Disney+, plataforma de streaming que deve ser lançada até novembro deste ano nos Estados Unidos. O filme mostra as aventuras de uma mimada cocker spaniel que foge da casa de seus donos e acaba se apaixonando por um vira-lata. Após polêmicas, a trilha sonora do longa será readaptada e também deve contar com duas faixas originais na voz de Janelle Monáe.

A Pequena Sereia

Cena do filme 'A Pequena Sereia' (1989) Cena do filme ‘A Pequena Sereia’ (1989)

Cena do filme ‘A Pequena Sereia’ (1989) (//Reprodução)

O desenho, que completa 30 anos em 2019 e ficou eternizado pela canção Aqui no Mar (Under the Sea, no original), narra a história da rebelde e determinada Ariel, sereia que decide trocar sua voz melódica por um par de pernas após se apaixonar por um humano. O diretor Rob Marshall (O Retorno de Mary Poppins) assume a direção do live-action e adiantou que o filme contará com mais canções que o original. A nova versão, anunciada em 2016, foi alvo de críticas por parte do público por dois motivos: seu enredo, que foi considerado sexista, e a música Beije a Moça (Kiss the Girl), que, segundo alguns internautas, trata de um ato não consensual. O elenco ainda é desconhecido e o mistério acerca da escolhida para viver a protagonista permanece – atualmente, as apostas se concentram na atriz Zendaya.

Lilo & Stitch

'Lilo & Stitch' ‘Lilo & Stitch’ (2002)

‘Lilo & Stitch’ (2002) (Disney/Divulgação)

Pouco se sabe até agora sobre a nova versão da história da garota havaiana Lilo e sua amizade com o ser alienígena Stitch, que ela adota como um animal de estimação. Segundo a revista americana Variety, Dan Lin and Jonathan Eirich, produtores de Aladdin, serão também responsáveis por produzir o remake da animação de 2002, que deve misturar atores reais com computação gráfica. Ainda de acordo com a revista, não se sabe se o filme será exibido nos cinemas ou se será apenas lançado no novo serviço de streaming da Disney, que chega ainda em 2019.

Sequência de Mogli, o Menino Lobo

Mogli (Neel Sethi) e a pantera Bagheera, dublada por Bem Kingsley, no trailer de ‘Mogli – O Menino Lobo’ Mogli (Neel Sethi) e a pantera Bagheera, dublada por Bem Kingsley, no trailer de ‘Mogli – O Menino Lobo’

Mogli (Neel Sethi) e a pantera Bagheera, dublada por Bem Kingsley, no trailer de ‘Mogli – O Menino Lobo’ (Disney/Divulgação)

Baseado no conto de Rudyard Kipling, Mogli, o Menino Lobo acompanha a jornada de um garoto criado por lobos que convive com animais selvagens da floresta e deseja conhecer o mundo dos homens. Mesmo antes da estreia do primeiro filme, que arrecadou 966,5 milhões de dólares em 2016, a Disney já planejava uma sequência do mesmo diretor, Jon Favreau. Por enquanto, ainda não há novidades sobre o projeto.

Tink

Reese Whiterspoon e Sininho

Reese Whiterspoon e Sininho (James Devaney/GC Images / Divulgação/Getty Images)

Outra personagem que contará sua história em um filme próprio é a fada Tinker Bell, a Sininho de Peter Pan. Em 2015, a Variety divulgou que a atriz Reese Witherspoon estrelará e também produzirá o longa intitulado Tink, mas desde então não há novidades sobre o projeto. Há ainda especulações sobre uma nova versão do próprio Peter Pan, também com poucas informações. De acordo com o site Deadline, David Lowery (de Meu Amigo, o Dragão) dirigirá a versão em live-action da animação de 1953 sobre o menino que nunca deixou de ser criança.

O Corcunda de Notre Dame

Cena da animação 'O Corcunda de Notre Dame' (1996) Cena da animação ‘O Corcunda de Notre Dame’ (1996)

Cena da animação ‘O Corcunda de Notre Dame’ (1996) (Disney/Divulgação)

Em janeiro deste ano, a Disney anunciou um remake da animação musical baseada no romance de Victor Hugo. O roteiro será de David Henry Hwang, e as músicas ficarão por conta de Alan Menken e Stephen Schwartz, que foram indicados ao Oscar pelo trabalho musical no original de 1996. Outros detalhes, como elenco e previsão de estreia, ainda não foram divulgados.

Branca de Neve e os Sete Anões

Cena do filme 'Branca de Neve e os Sete Anões', de 1937 Cena do filme ‘Branca de Neve e os Sete Anões’, de 1937

Cena do filme ‘Branca de Neve e os Sete Anões’, de 1937 (Divulgação/VEJA)

Primeiro longa-metragem de animação da Disney, Branca de Neve e os Sete Anões também ganhará uma versão com atores pelo estúdio, de acordo com a revista The Hollywood Reporter. O conto de fadas ganhará novas músicas, escritas por Benj Pasek e Justin Paul, que recentemente compuseram as letras das canções de O Rei do Show e La La Land. A Disney também planeja um filme sobre a irmã da Branca de Neve, Rose Red, que aparece nos contos dos irmãos Grimm. O filme mostrará as aventuras da princesa com os anões para salvar a irmã após ela morder a maçã envenenada.

Pinóquio

Cena da animação 'Pinóquio', de 1940 Cena da animação ‘Pinóquio’, de 1940

Cena da animação ‘Pinóquio’, de 1940 (Reprodução/VEJA)

A história do boneco de madeira que sonha em se tornar um garoto de verdade ganhará uma versão livremente baseada no desenho de 1940, com roteiro de Peter Hedges, como afirma o site Deadline. Há especulações sobre uma possível escalação de Tom Hanks como Gepeto, mas ainda sem uma confirmação oficial.

Filme sobre o príncipe Encantado

Cena de 'Cinderela' (1950) Cena de ‘Cinderela’ (1950)

Cena de ‘Cinderela’ (1950) (//Divulgação)

Com remakes garantidos para muitas princesas, chegou a vez de um príncipe ter sua história recontada – e, no caso, o próprio príncipe Encantado. Segundo a revista Variety, o enredo não vai ser tão fiel quanto visto em outros casos de contos de fadas. Desta vez, a história será narrada pelo ponto de vista do irmão do príncipe, que não viveu a mesma vida privilegiada que o amado de Cinderela. Stephen Chbosky (de Extraordinário e As Vantagens de Ser Invisível) vai dirigir e escrever o projeto, em conjunto com o roteirista Matthew Fogel (Uma Aventura Lego 2).

A Espada Era a Lei

Cena do filme 'A Espada Era a Lei' (1963) Cena do filme ‘A Espada Era a Lei’ (1963)

Cena do filme ‘A Espada Era a Lei’ (1963) (//Divulgação)

Baseado no livro de fantasia de T. H. White, o filme mostra a infância do pequeno Arthur, que é treinado para assumir o trono do reino por seu mentor, o feiticeiro Merlin. Assim como A Dama e o Vagabundo, o longa será produzido com exclusividade para a plataforma Disney+. O diretor Juan Carlos Fresnadillo (de O Extermínio 2) assume a direção do projeto, enquanto Bryan Cogman (de Game of Thrones) fica responsável pelo roteiro.

James e o Pêssego Gigante

Cena do filme 'James e o Pêssego Gigante' Cena do filme ‘James e o Pêssego Gigante’

Cena do filme ‘James e o Pêssego Gigante’ (//Divulgação)

O filme de 1996 que mistura algumas cenas em live-action com outras em animação ganhará uma nova versão totalmente com atores. Na trama, James, um menino órfão que é criado por duas tias malvadas, acaba fazendo amizade com os insetos que vivem dentro de um pêssego gigante – os bichinhos, então, levam o garoto para uma viagem da Europa para Nova York. Segundo o site Deadline, o projeto será dirigido por Sam Mendes (de 007 – Operação Skyfall) e escrito por Nick Hornby (de Livre).