Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paparazzo processa Justin Bieber por agressão

Fotógrafo alega que cantor mandou seu segurança lhe apontar uma arma ao se perceber clicado, no último dia 5, em Miami

Justin Bieber e um de seus seguranças estão sendo processados por um fotógrafo que disse ter sido vítima de agressão e ameaça de morte após flagrar o cantor teen na saída de um estúdio de música em Miami, na Flórida, no último dia 5. Segundo o site americano TMZ, Bieber mandou um de seus funcionários arrancar o cartão de memória do equipamento do fotógrafo. Para isso, o segurança o jogou contra a parede, apertou seu pescoço e lhe apontou uma arma, de acordo com depoimento registrado no processo e consultado pelo TMZ.

Leia também:

Justin Bieber fará dois shows no Brasil em novembro

Justin Bieber é investigado por ‘direção perigosa’

Maré de azar de Justin Bieber tem até bronca de Bon Jovi

“Bieber é um adulto e deveria agir como tal. Ele não deve usar seus seguranças como armas contra pessoas inocentes. Seu tratamento violento a fotógrafos tem que acabar”, disse Russell S. Adler, advogado da vítima, ao site.

De acordo com o advogado, o segurança de Bieber não tem permissão para carregar armas de fogo na Flórida, onde ocorreu o incidente.

Recorrente – Esta é a terceira acusação de agressão envolvendo Bieber e seus seguranças na última semana. No sábado, em Hollywood, o cantor e sua equipe foram acusados de truculência contra um fã que tentou tirar uma foto de Bieber. Ele teria pedido aos brutamontes para roubar a câmera fotográfica do rapaz. Incidente similar ocorreu na última quarta-feira, segundo o TMZ.

E também:

Justin Bieber: multa de US$ 5 milhões a quem falar de sua festa

Bieber posta foto com cerveja e tenta provar que é bad boy