Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ouvir heavy metal acalma e reduz tristeza, diz estudo

Pesquisa feita por universidade na Austrália afirma que músicas 'extremas', como metal e hardcore, trazem sentimentos positivos

Metallica se apresenta em São Paulo no estádio do Morumbi Metallica se apresenta em São Paulo no estádio do Morumbi

Metallica se apresenta em São Paulo no estádio do Morumbi (/)

Pode não parecer, mas ouvir as pesadas guitarras de Metallica, Slayer e Megadeth acalma e ainda pode inspirar, trazer pensamentos positivos e diminuir a tristeza. Pelo menos é o que dizem as psicólogas Genevieve Dingle e Leah Sharman, da Universidade de Queensland, Austrália, em estudo divulgado na publicação acadêmica Frontiers in Human Neuroscience.

LEIA TAMBÉM:

Guitarrista do Metallica perde iPhone com 250 novos riffs

Dinossauros do heavy metal voltam em grande forma

Aos 92 anos, Christopher Lee lança álbum de heavy metal

Genevieve e Leah conduziram a pesquisa com 39 pessoas, entre 18 e 34 anos de idade, que costumam ouvir músicas chamadas de “extremas”, como heavy metal e hardcore. Eles tinham que falar por 16 minutos sobre eventos que lhes deixam irritados. Depois, poderiam passar 10 minutos em silêncio ou ouvir uma música de sua escolha.

Os pesquisadores notaram que os voluntários ficaram mais calmos e inspirados em vez de irritados e agressivos. “Descobrimos que a música regulou a tristeza e aumentou as emoções positivas. As canções os ajudaram a explorar a gama de emoções que sentiam, e também os fez mais ativos e inspirados”, afirmou Leah ao jornal britânico The Independent. “Os resultados mostram que os níveis de hostilidade, irritabilidade e estresse diminuiram quando a música foi introduzida.”

Metal progressivo

O metal progressivo, às vezes chamado de prog metal, começou nos anos 1980. Ele mistura o heavy metal tradicional ao rock progressivo — gênero do Pink Floyd, por exemplo. Forma-se, assim, um som mais experimental e complexo. A banda americana Dream Theater pertence ao estilo.

Death metal

Guitarras distorcidas, urros, bateria pesada e mudanças bruscas de tempo nas músicas. Essas são as características desse gênero, bem representado na música de bandas como Cannibal Corpse.

Glam metal

Talvez uma das subdivisões mais famosas, o gênero mistura hard rock e metal para criar músicas grudentas. O visual, assim como no glam rock, é extremamente espalhafatoso. O melhor exemplo é a banda americana Twisted Sister. Ah, os anos 80…

Metal gótico

Melancólico e dark, com letras que geralmente falam sobre experiências pessoais e paixões, com sentimentos intensos. A banda Type O Negative foi pioneira do gênero nos anos 1990.

Stoner rock

Combinando elementos do rock psicodélico e blues, o gênero se caracteriza por abusar do baixo nas músicas e ter vocais melódicos. A banda Kyuss, formada por integrantes que mais tarde dariam origem ao Queens of the Stone Age, é uma das pioneiras.

Thrash metal

É desse gênero que vem o quarteto conhecido como Big Four: Metallica, Megadeth, Slayer e Anthrax. O som é bastante agressivo, com percussões rápidas, e as letras geralmente são críticas.

Nu metal

Extremamente popular no começo dos anos 2000, o gênero alcançou as rádio com grupos como Limp Bizkit e Linkin Park. Sua principal característica é a mistura com o rock alternativo e o hip hop.

(Da redação)