Clique e assine a partir de 9,90/mês

Oscar escolhe grupo diverso para apresentar prêmio de melhor filme

Atores Barbra Streisand e Mike Myers, tenista Serena Williams e comediante Trevor Noah, entre outros famosos, vão apresentar os indicados da categoria

Por Redação - 20 fev 2019, 17h43

O Oscar parece estar tentando compensar a falta de um mestre de cerimônia para a festa com a escalação de um elenco diverso, e de peso, para apresentar os prêmios. Segundo o site Deadline, os atores Barbra Streisand, Diego Luna, Mike Myers e Amandla Stenberg, o chef de cozinha José Andrés, os comediantes Trevor Noah e Dana Carvey, a cantora Queen Latifah, o músico Tom Morello e o deputado democrata John Lewis vão apresentar os indicados ao prêmio de melhor filme na festa do próximo domingo.

Outros apresentadores confirmados para as demais categorias são Whoopi Goldberg, Elsie Fisher, Danai Gurira, Brian Tyree Henry, Michael B. Jordan, Michael Keaton, Helen Mirren, John Mulaney, Tyler Perry, Pharrell Williams, Krysten Ritter, Paul Rudd, Michelle Yeoh, Javier Bardem, Angela Bassett, Chadwick Boseman, Emilia Clarke, Laura Dern, Samuel L. Jackson, Stephan James, Keegan-Michael Key, KiKi Layne, James McAvoy, Melissa McCarthy, Jason Momoa, Sarah Paulson, Awkwafina, Daniel Craig, Chris Evans, Tina Fey, Allison Janney, Brie Larson, Jennifer Lopez, Frances McDormand, Gary Oldman, Amy Poehler, Sam Rockwell, Maya Rudolph, Charlize Theron, Tessa Thompson e Constance Wu.

Pela primeira vez desde 1989, a maior premiação do cinema não contará com um mestre de cerimônia para conduzir a festa. O evento passa por momentos um tanto complicados desde o ano passado, quando foi anunciada a criação da categoria de melhor filme popular, algo amplamente criticado pela indústria, e derrubado mais tarde pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Depois, Kevin Hart, escolhido como mestre de cerimônia, teve tuítes antigos considerados homofóbicos recuperados na internet – e por isso desistiu do posto. A última derrapada da instituição que organiza o Oscar foi o anúncio de que a entrega de quatro prêmios não seria televisionada, na tentativa de encurtar a cerimônia. Novamente, Hollywood se enfezou, organizou abaixo-assinado – e a Academia desistiu da ideia.

Continua após a publicidade

 

Publicidade