Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os melhores, os piores e os mais estranhos do VMA 2013

Da ótima apresentação de Justin Timberlake ao show beirando o vulgar de Miley Cyrus, confira os astros e estrelas que deram o que falar na noite de festa

A entrega do MTV Video Music Awards 2013, na noite deste domingo, foi recheada de surpresas, decepções e, é claro, de momentos que deram o que falar. O anúncio dos vencedores das quinze categorias ficou em segundo plano após apresentações icônicas como a de Justin Timberlake, que roubou a cena e ofuscou os companheiros de sua antiga banda, ‘N Sync, e a caliente Miley Cyrus, que tenta abandonar a imagem de garotinha da Disney com apresentações cada vez mais ousadas.

Leia também:

Álbum de Justin Timberlake já é o mais vendido em 2013

A apresentação de dois novos singles, Roar, de Katy Perry, e Applause, de Lady Gaga, também não ficaram de fora. Mas de lados quase opostos: Katy fez um show divertido, caracterizada como lutadora de boxe, enquanto Gaga apelou para o bizarro, como é de seu feitio, e trocou várias vezes de figurino no palco, revisitando momentos de sua carreira. Confira a seguir os momentos marcantes da noite

A mais chocante: Miley Cyrus

A ex-estrela da Disney vinha falando pelo Twitter que daria um dos melhores e mais ousados shows da noite. Não foi bom, mas certamente foi ousado. Primeiro, Miley cantou sua música We Can’t Stop, usando um maiô de ursinho com a língua de fora, algo que já virou sua marca registrada. Depois, a cantora emendou uma versão de Blurred Lines, um dos hits do verão americano, com o cantor Robin Thicke e os rappers Pharrell Williams e TI. Miley abusou da sensualidade na coreografia – tendo, inclusive, ficado apenas de lingerie durante a apresentação. Foi, com certeza, um dos momentos mais comentados da noite. Nas redes sociais, os fãs se dividiram: muitos elogiaram e muitos ficaram sem entender o comportamento da cantora. “Quando Rihanna te encara como se você tivesse enlouquecido, é hora de repensar sua vida”, chegou a tuitar a fã americana Samantha Czuba.

A melhor: Justin Timberlake

O cantor e ator compareceu ao VMA para receber o prêmio Michael Jackson, concedido pelas conquistas ao longo de sua carreira. Por isso, a apresentação do astro pop revisitou vários momentos de Timberlake, desde os sucessos da boyband ‘N Sync (que se reuniu somente para isso no palco do VMA) até o seu disco mais recente, The 20/20 Experience, passando pelo seu disco mais aclamado, FutureSex/LoveSounds, de 2006. Embora a volta da boyband fosse um dos momentos mais esperados da noite, não sobrou para ninguém: Timberlake roubou a cena.

A mais divertida: Katy Perry

A cantora ameaçou se jogar da ponte do Brooklyn, em Nova York, onde ocorreu o evento da MTV. No entanto, sua performance foi um pouco mais contida do que isso. Ela cantou seu novo single, Roar, de dentro de um ringue de luta, vestindo um calção personalizado com o nome da música. Foi divertido, mas ficou apagada perto da apresentação de Justin Timberlake.

 

A mais decepcionante: Daft Punk

Muitos aguardavam a participação da dupla de música eletrônica francesa no VMA. No entanto, eles apareceram somente para entregar um prêmio e logo foram embora, deixando todo mundo com cara de interrogação. Muito barulho por nada.

A pior: Lady Gaga

A cantora abriu o VMA deste ano com uma performance bizarra de seu novo single, Applause, que começou com ela cantando uma espécie de ópera com um acessório em sua cabeça que parecia uma caixa de papel. Depois, revisitou alguns momentos de sua carreira, com roupas e perucas que lembravam suas diferentes fases e looks de clipes como Poker Face e Bad Romance. Ao final da apresentação, Gaga vestia apenas um sutiã de conchas, como uma sereia, e calcinha tipo fio dental. Continuou com a “roupa” pelo resto da festa. Não precisava.