Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os melhores bares para tomar cerveja e chope em Recife

Confira os endereços da categoria que valem a visita; mais pubs e opções para tomar cachaças e coquetéis

O roteiro a seguir, com dezesseis estabelecimentos, integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER RECIFE 2017/2018:

 

BeerDock – eleito pelo júri o bar com melhor carta de cerveja

De 2015 para cá, Pernambuco viu nascer quase dez cervejarias artesanais. A número 1 foi a Debron, de Jaboatão dos Guararapes, seguida pela Capunga, do Recife, e pela Duvália, de Olinda. No mesmo ano, a capital do estado viu surgir um bar em harmonia com essa revolução cervejeira, o BeerDock, em Madalena. Com quinze torneiras de chope e uma carta de cervejas em que são elencados cerca de 300 rótulos, o estabelecimento ganhou uma filial, em maio deste ano, com os mesmos predicados. E com direito a fábrica própria, na qual deverão ser produzidos até 2 800 litros de chope por mês, em parceria com cervejarias diversas — o funcionamento aguarda a liberação dos órgãos competentes, o que deve ocorrer até o fim do ano. Nas torneiras, um dos chopes que costumam ser engatados com frequência é o american pale ale da Ekäut (R$ 18,90 o pint), também de Pernambuco. Dividida por estilos, a carta de cervejas lista preciosidades como a nacional Blondine Jackpot Helles (R$ 24,45, 500 mililitros) e a IPA americana Anchor Odeprot (R$ 84,45, 600 mililitros). Da seção de comes, fazem sucesso o joelho de porco (R$ 104,90, para até três pessoas) e hambúrgueres como o the flying pig, feito com carne suína, shiitake, cebola no shoyu, agrião e maionese de wassabi (R$ 25,90).

Rua Maria Carolina, 273, Boa Viagem, 3204-4866 (110 lugares). 17h/0h (sex. 17h/1h; sáb. 13h/1h; dom. 16h/22h; fecha seg.); Rua Desembargador Luiz Salazar, 98, Madalena, 3236-2423 (80 lugares). 17h/0h (sex. 17h/1h; sáb. 13h/1h; dom. 16h/22h; fecha seg.). Aberto em 2015.

2º Lugar – Apolo Beer

Cafe Especialistas em cerveja e café, Raphael Vasconcelos, Leonardo Régis e Ricardo Barreto compuseram a carta com uma seleção de 100 rótulos de cerveja, como Perro Libre IPA (R$ 29,90, 500 mililitros) e MoocaBier Guarani (R$ 24,90, 600 mililitros). O cliente também encontra seis torneiras de chope, em geral pernambucano. É o caso do weizen da DeBron (R$ 10,00). Para petiscar, há porção com seis pastéis de mussarela, tomate e manjericão por R$ 14,90. A curadoria dos proprietários se estende às torras de café — o expresso longo custa R$ 4,90.

Rua do Apolo, 164, Bairro do Recife, 3088-8091. (38 lugares). 12h/20h (qui. até 22h; sex. até 0h; sáb. 18h/0h; fecha dom.). Soul Food Park, Rua Nestor Silva 162, Casa Forte. 18h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. 17h/23h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2015.

 

3º Lugar – CiBrew

Inaugurada em 2014 como loja de insumos para cervejeiros caseiros, a casa não demorou a evoluir para bar. Restritas a chopes de fabricação própria, as dez torneiras jorram bebidas como a saison, que leva casca de laranja e sementes de coentro em sua receita, e a IPA Cascade, de aroma bem frutado (R$ 8,00 cada uma no copo de 300 mililitros). Também dá para envasar os chopes no growler, por R$ 16,00 o litro. Não há cozinha própria, mas estacionam na porta food trucks e bikes que vendem petiscos e sanduíches.

Avenida Norte Miguel Arraes de Alencar, 2832, Encruzilhada, 3127-0932 (60 lugares). 8h/17h (sex. até 1h; sáb. até 13h; fecha dom.). Aberto em 2014.

 

Beer House

Os irmãos Thiago Cartaxo e Cézar Filho inauguraram o bar em 2015, no Espinheiro, e uma filial foi aberta na Jaqueira no ano seguinte. A carta de cervejas relaciona 200 rótulos, entre eles os da gaúcha Roleta Russa Session IPA (R$ 33,00, 500 mililitros) e da paulistana Dogma Imperial IPA (R$ 33,00, 310 mililitros). Das torneiras saem chopes regionais Capunga lager (R$ 8,00, 300 mililitros) e DeBron IPA (R$ 15,00, 300 mililitros). A cozinha prepara caldinho de feijão (R$ 6,00) e porção de queijo brie maçaricado com geleia de damasco (R$ 28,00, para duas pessoas).

Rua Santo Elías, 237, Espinheiro, 3033-4929 (30 lugares). 16h/0h (sáb. até 2h; dom. até 23h; fecha seg.). Rua do Futuro, 858, Jaqueira (100 lugares). 16h/0h (sáb. até 2h; dom. até 23h; fecha seg.). Aberto em 2015.

 

Capitão Taberna

Valentes representantes do exíguo cardápio, o caldinho de feijão (R$ 7,00) e o dadinho de tapioca com mel de engenho e geleia de pimenta (R$ 15,00) ajudam a explorar as possibilidades desse misto de loja e bar com 200 rótulos de cerveja. Um deles é o da belga Delirium Tremens (R$ 45,00, 330 mililitros; R$ 100,00, 750 mililitros). Na happy hour, os copos exibem principalmente a produção de fábricas pernambucanas, caso da american IPA da Ekäut (R$ 21,90, 500 mililitros), da premiada imperial stout da DeBron (R$ 26,90, 500 mililitros) e da american lager da Capunga (R$ 13,90, 600 mililitros).

Rua João Tude de Melo, 77, loja 27, Parnamirim, 3204-8668 (40 lugares). 15h/23h (seg. até 21h; sex. até 1h; sáb.10h/1h; dom. 14h/21h). Aberto em 2012.

 

Cervejaria Alphaiate

Depois de inaugurar o mezanino que serve de palco para shows de samba aos sábados, a casa assumiu de vez o perfl de bar. Entre as receitas mais requisitadas, a empada de queijo do reino custa R$ 11,00 e divide as atenções com o canapé de pizza de filé-mignon, mussarela e mostarda (R$ 40,00, para duas pessoas). Se os petiscos não forem sufcientes para saciar a fome, a paella do chicão é um mix de frutos do mar como lagosta, camarão, mexilhão e polvo (R$ 189,00, para três pessoas). Guarnecida de feijão verde, arroz de carreteiro, farofa de ovos e vinagrete, a picanha na brasa dá para dois (R$ 120,00). Encarregam-se de matar a sede a cerveja Colorado Cauim (R$ 21,00, 600 mililitros) e o drinque que mistura gim Tanqueray, Red Bull Tropical e uma rodela de laranja (R$ 20,00).

Rua Artur Muniz, 82, Boa Viagem, 3465-8453 (250 lugares). 11h30/23h (sáb. e dom. até 0h). Aberto em 1994.

 

Cia do Chopp

O cardápio ganhou quatro receitas portuguesas feitas em homenagem aos 80 anos de Maria Doce Amaral, mãe de Antônio Sousa, o dono da casa. No bacalhau à lagareiro, 500 gramas de lombo do pescado Gadus morhua são servidos com brócolis, ovo cozido, azeitona e batata ao murro (R$ 99,00). Às sextas, na hora do almoço, há arroz de pato com chouriço (R$ 29,00). Campeão de vendas entre os petiscos, o pastel do beijoqueiro é recheado de camarão, azeitona e mussarela (R$ 22,00, seis unidades). A porção é boa pedida para acompanhar o chope Devassa (R$ 9,25, 335 mililitros) ou a cerveja Baden Baden Witbier em garrafa de 600 mililitros (R$ 25,90). Até o fim deste ano, esse clássico da botecagem recifense deve ganhar dois irmãos mais novos na mesma galeria: o restaurante Cantinho do Tony e o pastifício Empório 2775.

Avenida Conselheiro Aguiar, 2775, Boa Viagem, 3465-9066 (240 lugares). 11h/23h30 (qui. a sáb. até 0h). Aberto em 1984.

 

DRINQUES

Loft Concept

De estilo contemporâneo, o lugar tem carta de coquetéis assinada pelo barman Johnatan Macena. Costumam ser bastante requisitados o B52, uma mistura de Cointreau, licor de café, fogo e canela, e o brain loft shot, que leva Cointreau, Amarula e gotas de grenadine. Cada dose desses dois drinques tem o mesmo preço: R$ 13,90. Para não beber de barriga vazia, o camarão dos deuses entrega o crustáceo empanado e recheado de queijos brie, mussarela e do reino (R$ 42,00). É uma receita para duas pessoas, bem como o queijo brie envolto em massa folhada e acompanhado de geleias de damasco, pimenta e frutas vermelhas (R$ 38,00). Esse último combina com o gim-tônica enriquecido por maçã verde (R$ 22,00).

Praça de Casa Forte, 661, Casa Forte, 3268-0033 (150 lugares). 19h/3h (fecha dom. a qua.). Rua Capitão Rebelinho, 159, Pina, 9880-0180 (220 lugares). 19h/3h (fecha dom. a ter.). Aberto em 2012.

 

Pina Cocktails & Co.

Com o repertório de quem trabalha em coquetelaria há dezessete anos, os amigos Luciano Guimarães e Bruno Amisterdan resolveram abrir um bar ao estilo secreto. Para entrar e provar dos vinte coquetéis da carta, é preciso solicitar a senha do dia nas redes sociais. Uma das especialidades é o capone, feito de uísque bourbon Bulleit, vinho do Porto defumado, Amaro Lucano e bitter. A mistura é derramada em taça vintage de 220 mililitros, com gelo artesanal. Os ingredientes do bardot (R$ 21,00), servido em uma espécie de bola de vidro, são vodca Absolut de baunilha, licor St. Germain (da flor do sabugueiro), espumante brut e pétalas de rosa (R$ 22,00). Pedido individual, o ceviche tropical ao molho de água de coco, mel e maracujá leva peixe branco, pedaços de abacaxi e manga-rosa e custa R$ 16,00. A porção de minitartare de salmão com sour cream custa R$ 25,00.

Rua Miranda Falcão, 78, Pina,  3033-1676 (20 lugares). 21h/3h (sáb. 21h/3h30; fecha dom. a ter.). Aberto em 2017.

 

Pisco Lounge

Uma quinta-feira por mês, o DJ Aníbal Pinteiro agita a noite #tbtpisco com música eletrônica. No balcão de bebidas, o yellow fever é uma batida de vodca com polpa de maracujá, sumo de tangerina e xarope de gengibre, derramada em copo longo, e que custa R$ 22,00. Têm o mesmo preço o red boulevard e o summer gin. O primeiro leva purê de morango, vodca, sumo de tangerina e xarope de açúcar. O segundo mistura os limõe taiti e siciliano, gim Bombay e xarope de morango. Para beliscar, sashimi de flé oriental — um combinado para duas pessoas com lâminas de filé-mignon seladas na grelha, bolinhos de macaxeira recheados de queijo de coalho e shiitake com alho-poró ao molho de ostra (R$ 53,00).

Avenida Conselheiro Aguiar, 2585, Boa Viagem, 3314-7336 (277 lugares). 19h/2h (fecha dom. a ter.). Aberto em 2014.

 

PUBS

Barchef Pub

Este pub funciona no subsolo de um casarão de mais de 200 anos e tem em sua decoração elementos de art nouveau misturados a grafites e colagens. Três DJs revezam-se para tocar rock, hip-hop, música eletrônica e clássicos dos anos 1970 e 1980. Da carta de drinques, são boas pedidas o ginger gin, um batido de gim, pedaços de limão-siciliano e raspas de gengibre, e o vanilla sky, coquetel à base de vodca e pedaços de abacaxi, maracujá e coco batidos mais um toque de baunilha (R$ 18,00 cada um). Na hora da fome, o público vai até o jardim. É lá que fica o Beergarden, um contêiner que vende cervejas e lanches, como o cachorro-quente de linguiça artesanal, queijo cheddar, maionese e chili (R$ 20,00).

Rua 17 de Agosto, 1893, Poço da Panela, 3204-8500 (90 lugares). 20h/5h (fecha dom. a qui.; em julho e dez. abre de qua. a sáb.). Aberto em 2012.

 

Mooo Pub

Às sextas e aos sábados, bandas locais sobem ao palco para shows de rock, pop rock e blues. Geralmente a entrada custa R$ 12,00, mas pode chegar a R$ 15,00, dependendo da atração do dia. DJs e jukebox entretêm o público no intervalo, enquanto a cozinha despacha pedidos de rosbife de filé-mignon com fondue de queijo guarnecido de pão italiano e batata rústica (R$ 35,90, para quatro pessoas) e de bolinhas de carne cozidas na cerveja preta e servidas ao molho de tomate e parmesão. Brioche acompanha (R$ 24,90, oito unidades). Entre os drinques, o royal vintage mistura vodca Absolut, xarope de capim-santo e suco de limão com melão (R$ 21,90). Também dá para escolher a cerveja direto do expositor. Pela garrafa de 600 mililitros da pernambucana Capunga American Lager pagam-se R$ 16,90.

Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, 4236, Boa Viagem, 3049- 0625 (100 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. 20h/3h; fecha seg.). Aberto em 2015.

 

The Cosmopolitan Pub

Enquanto aparelhos de televisão espalhados pela casa exibem transmissões de MMA, futebol americano ou NBA, na radiola prevalece o pop rock (R$ 2,00 a ficha, quatro músicas). A atmosfera muda às quartas, que têm como atração o grupo Trinca Jazz (a programação tem mudado toda semana, não há banda fixa), e também aos domingos, porque o karaokê toma conta da noite com uma banda ao vivo. Entre as cervejas pernambucanas, a lager da Capunga (R$ 9,90, 330 mililitros) e a IPA da DeBron (R$ 23,90, 500 mililitros) estão entre as mais pedidas. Por R$ 16,90, o bartender Luciano Guimarães prepara cosmopolitan (vodca com cranberry, Cointreau e sumo de limão). O sex on the beach custa R$ 17,90. É feito com vodca e licor de pêssego mais suco de laranja e xarope de grenadine.

Avenida Bernardo Vieira de Melo, 4456, Piedade, 3203-3505 (100 lugares). 18h/2h (sex. e sáb. até 4h; dom. 16h/1h; fecha seg.). Aberto em 2014.

 

The Gentleman

No balcão ou em uma das mesas, ao som de pop rock, a bebericação inclui old fashioned (R$ 21,90) e madonna (R$ 18,90). O primeiro leva uísque, açúcar e bitter; o segundo, vodca com cranberry, pedaços de morango, suco de limão e água com gás. Cada garrafinha long neck de Heineken, Budweiser ou Sol Premium sai a R$ 8,50. Para comer, há hambúrguer de picanha com bacon mais cebola caramelizada, mussarela e molho barbecue (R$ 29,90) e coxinha de catupiry e queijo Prima Donna (R$ 13,90 cada uma). Adoça o paladar a porção de churros com doce de leite (R$ 14,90, seis unidades).

Rua Capitão Rebelinho, 527-A, Pina, 3072- 9533 (100 lugares). 20h/4h (qui. 18h/1h; fecha dom. a qua.). Aberto em 2012.

 

Underground

Fãs de esporte acompanham jogos da NBA ou de futebol enquanto saboreiam costela suína ao molho barbecue (R$ 49,90). A receita, para até três pessoas, é guarnecida de batatas fritas. Têm o mesmo acompanhamento as tiras de filé-mignon ao molho de cogumelos e parmesão (R$ 39,90). Das sugestões sem carne, o hambúrguer de soja com cebola caramelizada, crocante de batata-doce e pasta de queijo vegano custa R$ 34,90. Bebem-se coquetel london eye, uma receita da casa feita de vodca Absolut, xarope de morango, sucos de cranberry e limão e Angostura (R$ 20,90), e long neck de Eisenbahn (R$ 9,50) ou chope Devassa (R$ 7,90 a caneca de 350 mililitros). Bandas de pop rock apresentam-se de quarta a domingo. Nesse último dia, aliás, há karaokê e o suporte é do conjunto Entrando de Fininho. O couvert artístico é de R$ 10,00 até as 19h30 e de R$ 15,00 após esse horário.

Avenida Boa Viagem, 618, Boa Viagem, 3040-7743 (240 lugares). 18h/0h (qua. até 1h; qui. até 2h; sex. e sáb. até 3h30; dom. até 0h30). Aberto em 2013.

 

CACHAÇARIA

Cachaçaria Tradição

Entre os 200 rótulos de cachaça brasileira, a exemplo da mineira Mata Verde (R$ 8,50 a dose) e da pernambucana Pitú Gold (R$ 8,00 a dose), destacam-se as produzidas pela casa, que aparecem nas versões coco e abacaxi, caju e maracujá (R$ 8,50 cada dose). Recém chegados ao cardápio, saciam a fome petiscos como o escondidinho de charque com purê de abóbora (R$ 16,50) e a carne de sol na nata guarnecida de torrada (R$ 42,90, para três pessoas). De quarta a sábado, há show de forró e sertanejo ao vivo.

Rua Amélia, 422, Graças, 3243-5050 (315 lugares). 11h30/15h e 18h/2h (dom. 12h/16h; fecha seg.). Aberto em 2006.