Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Onde comer bons sanduíches em Porto Alegre

Confira os endereços da categoria que valem a visita; mais opções de lugares para comer cachorros-quentes e salgados

O roteiro a seguir integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER Porto Alegre 2018/2019:

051 Burger
Seu cardápio lista dez hambúrgueres e quatro pratos. O mais recente do primeiro grupo leva um disco de 160 gramas de carne bovina, gorgonzola, rúcula, cebola caramelada, alho frito e maionese artesanal no pão australiano (R$ 37,00). O preferido dos habitués é o bela vista, montado no mesmo pão e com o mesmo disco mais bacon crocante, cheddar e maionese (R$ 34,00). A batata rústica acompanha todos os lanches. Para beber há chope das cervejarias artesanais Delta ou Hettwer (a partir de R$ 12,00, 500 mililitros). Rua Tenente Coronel Fabrício Pilar, 681, Moinhos de Vento, ☎ 3273-0745 (90 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30. Aberto em 2016.

Aussie Burger
É difícil resistir à apresentação do carro-chefe, o hambúrguer gold coast. Junção de um disco de 200 gramas de picanha, bacon, maionese, cebola caramelada picada e alface, chega à mesa aberto e recebe ali um banho de mussarela, parmesão e gruyère derretidos (R$ 39,00). O pão pode ser o australiano, o brioche, o branco, o integral ou o sem glúten. Mais discreto, o bondi combina 180 gramas de carne bovina, maionese, mostarda de Dijon com grãos, gruyère, bacon, tomate e cogumelo (R$ 36,00). Vegetarianos são recepcionados com um hambúrguer de shiitake com cebola caramelada, caponata de berinjela, compota de tomate, queijo de minas frescal e maionese de manjericão (R$ 36,00). Feche com o sorvete de baunilha empanado com crocante de amendoim e servido com doce de leite flambado no licor de laranja (R$ 18,00). Rua Marquês do Pombal, 322, Moinhos de Vento, ☎ 3557-2060 (85 lugares). 18h/0h. Aberto em 2017.

Bife
Peça uma batata rústica com mostarda, alho e alecrim (R$ 18,70) acompanhada de uma limonada suíça (R$ 9,50, 300 mililitros) ou de um gim-tônica (R$ 18,70) para estudar o menu. Entre os hambúrgueres sobressaem o que leva um disco de picanha, cebola crocante, queijo prato, alface e maionese da casa (R$ 47,90) e o que é feito com costela uruguaia, palmito, queijo de coalho e maionese da casa servida à parte (R$ 52,80). Para fechar em grande estilo, prove o milk-shake de chocolate com uma dose de Jack Daniel’s (R$ 33,00). Rua Miguel Tostes, 371, Rio Branco, ☎ 3072-8033 (80 lugares). 18h/23h30 (sáb. 12h/23h30; dom. 12h/22h); Barra Shopping Sul, ☎ 3257-9050 (140 lugares). 11h45/23h (qua. e qui. até 23h30; sex. e sáb. até 0h). Aberto em 2011.

Butcher Burger
De inspiração australiana, serve combinações talvez inusitadas para o paladar brasileiro. É o caso do hambúrguer de costela bovina acrescido de avocado, abacaxi e beterraba grelhada no pão de brioche (R$ 30,00). Outro exemplo é a reunião de dois hambúrgueres, um de costela de boi e o outro com o mesmo corte suíno, com provolone, cebola-roxa e relish de pimentão no mesmo pão (R$ 32,00). De guarnição, escolhe-se entre batata rústica, a tradicional e a doce. Para beber, fazem sucesso a cerveja artesanal da casa (R$ 20,00, 500 mililitros) e a Heineken (R$ 7,00 a long neck). Rua General Lima e Silva, 119, Centro Histórico, ☎ 3377-9995 (40 lugares). 12h/15h e 17h30/22h (ter. até 23h; sáb. 12h30/16h e 18h30/23h; fecha dom.). Aberto em 2017.

Cavanhas
Em todos os seis endereços da rede, o xis português é o que mais chama a atenção da clientela. Combina escalope de filé-mignon, azeitonas, queijo, maionese, alface, tomate, cebola e pimentão (R$ 26,00). Outro afamado, entre os mais de vinte sanduíches listados no cardápio, é o que junta carne de panela, queijo prato, maionese, alface e tomate no típico pão cervejinha (R$ 20,00). Enquanto não se decide, o público costuma distrair o apetite com a porção de batata frita com molho de quatro queijos (R$ 20,00 a meia-porção). Avenida Lima e Silva, 274, Cidade Baixa, ☎ 3226-0743 (280 lugares). 11h30/14h e 18h/1h (sáb. e dom. 18h/1h). Mais cinco endereços. Aberto em 1984.

Compania — Tudo sobre Pão
O cardápio, que também faz as vezes de jogo americano, lista receitas que levam ingredientes produzidos artesanalmente. O hambúrguer tradicional, por exemplo, leva bacon curado e defumado na própria casa, um disco de angus, queijo colonial, tomate assado, mix de folhas verdes e maionese (R$ 36,90). De um ano para cá, a carne de qualquer sanduíche pode ser substituída por hambúrguer de grãos ou de faláfel sem custo adicional. Há porções de batata frita marinada na cerveja (R$ 13,00) e de dadinhos de tapioca (R$ 16,50, oito unidades). Rua Jaraguá, 105, Bela Vista, ☎ 3024-2855 (60 lugares). 17h/23h (fecha dom.). Aberto em 2015.

Haus Burger Bar
Moderninha, a decoração usa objetos garimpados em brechós e em ferros-velhos, como prova a mesa montada sobre uma catraca de ônibus. Um dos hambúrgueres mais pedidos é o bávaro, com um disco de entrecôte, maionese de curry, mussarela, bacon, cebola-roxa, alface americana e tomate-cereja no pão de gergelim (R$ 38,00). Outro sucesso é o german, com o mesmo disco mais gorgonzola, cebola caramelada, rúcula e cogumelos salteados no azeite (R$ 38,00). Todas as sugestões vêm com batata rústica doce ou inglesa, acompanhadas de molho da casa feito de alho e páprica. Rua Doutor Prudente de Moraes, 555, Chácara das Pedras, ☎ 3407-2367 (130 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30 (fecha dom.). Aberto em 2014.

Joe & Leo’s
A casa mantém um cardápio variado, com opções para o almoço e o jantar. Encontram-se desde porções de nachos com chili (R$ 41,90 para duas pessoas) até pratos como fettuccine alfredo com camarão (R$ 54,90). Mas são os hambúrgueres que fazem a fama da casa — o restaurante, aliás, foi pioneiro em servir hambúrguer no prato. O joe di maggio combina 200 gramas de picanha, calabresa e parmesão temperados com um mix de especiarias e segredos italianos, cobertos por mussarela de búfala, folhas de agrião e radicchi (R$ 49,90). A alternativa vegetariana é o garden, feito com lentilha, cenoura, abobrinha e gergelim e servido no prato com batata rosti (R$ 41,90). Bourbon Shopping Country, ☎ 3362-6388 (136 lugares). 12h/15h e 18h/0h (sáb., dom. e feriados sem intervalo). Aberto em 2000.

Lancheria Coqueiro
Onde matar a fome até as 6 da matina? Ou prolongar a noitada com cerveja Eisenbahn ou Original gelada (R$ 10,25, 600 mililitros) até esse horário? Na Lancheria Coqueiro, que já virou uma instituição no bairro de Tristeza. O que a maioria da clientela pede para comer são os “xis”, todos acrescidos de cebola, tomate, milho, ervilha, alface, mussarela e ovo. Um bom exemplo é o xis filé-mignon à milanesa (R$ 55,00), que divide as atenções com o xis filé de frango com catupiry (R$ 47,00). Avenida Wenceslau Escobar, 3125, Tristeza, ☎ 3268-2133 (90 lugares). 11h/6h. Aberto em 1977.

Lancheria do Parque
O modesto endereço atrai turmas de amigos interessados em compartilhar os sucos, que chegam à mesa ainda na jarra do liquidificador. Dá para misturar, por exemplo, laranja com abacaxi, mamão com melão e morango com kiwi (R$ 7,00 cada um, 800 mililitros). Para comer há lanches como bauru (R$ 16,00), preparado com contra-filé, alface, maionese, queijo, tomate e ovo, e x-coração (R$ 13,00), união de alface, tomate, milho, queijo, ovo, maionese e, claro, coraçãozinho. Avenida Osvaldo Aranha, 1086, Bom Fim, ☎ 3311-8321 (100 lugares). 6h30/0h. Aberto em 1982.

Le Grand Burger
Numa cena cômica do filme A Pantera Cor-de-Rosa (2006), o atrapalhado inspetor francês Jacques Clouseau vivido por Steve Martin tenta pronunciar a palavra hambúrguer como um americano nativo. Seu fracasso no teste evidencia as distâncias linguísticas e culinárias que existem entre França e Estados Unidos. Quando abriu o Le Grand Burger, o proprietário Alexandre Lise sabia das dificuldades de mesclar referências dos dois países num único menu. Mas usou suas incursões à França e os ensinamentos de um curso de chef para aproximar o universo do hambúrguer da haute cuisine, expressa em ingredientes de qualidade, boas técnicas e receitas inspiradas em clássicos franceses. O resultado pode ser conferido em sanduíches como o tour eiffel, que leva hambúrguer de entrecôte, queijo prato, mix de alfaces, tomate-cereja, cebola-roxa, manjericão e molho de tomate no estilo ketchup (R$ 36,50). Para os veganos, dá para trocar o disco de carne por um “bife” de faláfel, berinjela, pimentões e cogumelos. O preço dos lanches inclui porção de batata rústica e o molho da casa. Rua Marquês de Pombal, 191, Moinhos de Vento,☎ 3395-1520 (80 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30 (sáb. Almoço até 15h; fecha dom.); Alameda Coelho Neto, 33, Boa Vista, ☎ 3237-4469 (100 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30 (sáb. almoço até 15h; dom. só jantar 19h/23h30; fecha seg.). Aberto em 2012.

Mark Hamburgueria
Os hambúrgueres levam nomes de cidades e de pontos turísticos ao redor do mundo. Com 180 gramas de carne, o texas traz duplo provolone, molho da casa, alface, brotos de trevo, tomate, bacon crocante, crispy de cebola e barbecue de chocolate (R$ 39,90, com batata frita). Em qualquer sanduíche, o cliente pode escolher o pão de sua preferência (tradicional, integral, australiano, brioche e de batata) e optar pela troca do disco de carne por uma versão à base de grão-de-bico e sementes. Rua Joaquim Nabuco, 383, Cidade Baixa, ☎ 3030-0062 (50 lugares). 18h30/23h30 (fecha seg.). Aberto em 2014.

Ovito
Como o nome indica, o ovo aqui é o protagonista. No sanduíche extreme, ele é servido frito em conjunto com bacon, cheddar e creme de abacate no brioche (R$ 12,90). No costelito, o ingrediente se desmancha sobre um disco de costela na companhia de queijo colonial, rúcula, bacon, cebola crispy e pão de abóbora (R$ 26,90). Para quem é fã de massas, o espaguete à carbonara leva três vezes mais ovos que a receita de praxe (R$ 17,90). Para acompanhar, fazem sucesso as cervejas da Colorado (R$ 15,00, 600 mililitros). Rua José do Patrocínio, 754, Cidade Baixa, ☎ 4066-1146 (32 lugares). 11h/15h e 17h30/22h (sáb. 9h/15h e 17h30/22h; fecha dom.). Aberto em 2017.

Ô Xiss
Honrando a tradição local, os hambúrgueres são chamados de “xis”. Todos vêm com queijo, maionese batida com nata, ervilha e milho frescos, tomate picado e alface e são montados num pão levemente adocicado, feito no próprio local. Um disco de filé-mignon serve de base para o xis salada (R$ 24,00), enquanto o diferencial do xis strogo, você acertou, é o estrogonofe, devidamente acompanhado de batata palha (R$ 28,00). Na hora de escolher a bebida, os frequentadores costumam apostar na pilsen da cervejaria catarinense Saint Bier (R$ 15,00, 355 mililitros). Para fechar, torta holandesa (R$ 8,00). Rua Padre Chagas, 306, Moinhos de Vento, ☎ 3207-4800 (60 lugares). 8h/22h30 (sáb. dom. e feriados 9h/21h). Aberto em 2017.

Pampa Burger
Borghetinho e galo véio brigam para ocupar o topo do ranking de pedidos. O primeiro hambúrguer, de cordeiro, leva queijo prato, tomate, orégano, alface-americana e molho campeiro (R$ 29,90). Seu oponente combina um disco de carne bovina, molho campeiro, bacon e pasta de gorgonzola (R$ 25,90). Os dois são montados no pão d’água, que pode ser substituído pelo pão integral ou australiano. A porção de batatas rústicas (R$ 30,00 a grande) é uma das boas pedidas para abrir os trabalhos. Rua Vicente da Fontoura, 1804, Santa Cecília, ☎ 3508-6701 (320 lugares). 11h/1h (sex. e sáb. até 3h); Avenida Goethe, 13, Rio Branco, ☎ 3264-4760 (170 lugares). 11h/1h (sex. e sáb. até 3h); Rua da República, 257, Cidade Baixa, ☎ 3392-8034 (150 lugares). 11h/1h (sex. e sáb. até 3h). Aberto em 2010.

Sanduicheria Flor de Primavera
A especialidade daqui são os sanduíches montados com três fatias de pão miga, que podem ser tostados (todos são vendidos a R$ 15,00). A receita mais procurada leva palmito, presunto, ovo, molho americano, maionese e ketchup. Quem  não está a fim de sanduíche costuma pedir a quiche de alho-poró (R$ 15,00). Na seção de sobremesas, a queridinha da vez é a torta teresa, com massa de pão de ló preto e branco, nata, morango e doce de leite (R$ 15,00). Os dias frios pedem um submarino: uma xícara de leite quente com uma barra de chocolate Nestlé mergulhada (R$ 10,00). Rua Erasto Roxo de Araújo Corrêa, 12, Boa Vista, ☎ 3222-5389 (30 lugares). 10h/18h30 (fecha dom.). Aberto em 1975.

Severo Burger
Enxuto, o cardápio soma doze hambúrgueres e quatro opções de acompanhamento. Entre os primeiros, destacam-se o chamado viking, que junta carne, gorgonzola, geleia de bacon, cebola-roxa e crispy onion no pão de batata (R$ 38,00). O vegetariano leva um disco feito com soja orgânica, cogumelo portobello, queijo gouda e cebola caramelada no pão australiano (R$ 36,00). Para acompanhar, poucos resistem à porção de fritas com pulled pork e molho de queijo (R$ 16,00) ou aos palitos de mussarela empanada (R$ 22,00, dez unidades). Para beber, prove o india pale ale da casa (R$ 15,00, 300 mililitros), um dos que jorram das seis torneiras de chope. Rua Marcelo Gama, 1403, Auxiliadora, ☎ 3093-2333 (100 lugares). 11h45/14h30 e 18h45/23h30 (sáb. almoço 12h/15h; fecha dom.). Aberto em 2015.

Severo Garage
O ambiente, a decoração e o menu remetem ao universo das oficinas mecânicas. No rol de cinco sanduíches, o opalão é montado com hambúrguer (180 gramas de vazio), queijo, bacon e cebola caramelada (R$ 25,00). Todas as receitas levam pão de brioche e podem ser “turbinadas” com itens extras, como a porção de batata frita (R$ 5,00). Os pedidos são feitos e retirados direto no balcão. Em julho, a marca caçula da Severo deve somar sete unidades na capital. Avenida Venâncio Aires, 881, Santana, ☎ 3209-5815 (40 lugares). 11h30/14h30 e 18h/22h30 (sex. a dom. jantar até 23h; sáb. e dom. almoço 12h/15h). Mais três endereços. Aberto em 2016.

The Chefs
É com gado das raças britânicas angus e hereford que os hambúrgueres daqui são preparados. Já o pão de brioche é assado no próprio endereço toda manhã, o queijo colonial vem da Serra Gaúcha e o ketchup, caseiro, é assinado pelos chefs e irmãos Gabriel e Rodrigo Zambon. O hambúrguer mais pedido combina 180 gramas de carne com queijo colonial, cebola-roxa, picles, tomate, alface e molho da casa mais fritas de acompanhamento (R$ 39,50). Outra boa sugestão é o que leva gorgonzola, compota de cebola, tomate, alface e molho caseiro e também chega à mesa com fritas (R$ 42,50). Para beber, cerveja IPA da Baden Baden (R$ 29,00, 600 mililitros) ou vinho rosé Lidio Carraro Faces (R$ 25,00, 187 mililitros). Praça Doutor Maurício Cardoso, 23, Moinhos de Vento, ☎ 3517-5791 (50 lugares). 11h30/16h e 18h/23h (sáb. almoço 12h/16h; dom. só almoço 12h/16h; sex. E sáb. jantar até 23h30; fecha seg.); Barra Shopping Sul, ☎ 3266-3690. 11h/22h. Aberto em 2015.

Wedge’s Burger
Assados na brasa, os hambúrgueres feitos com 180 gramas de gado angus explicam o sucesso da casa. O que é batizado com o nome do chef italiano Jacopo Carandini é acrescido de lascas de queijo grana padano, molho de pimentão vermelho e pimenta (R$ 35,90). Outra boa dica é o que leva mostarda, mel, queijo gruyère e broto de alfafa (R$ 33,90), assim como o tio ed, que, além do disco de angus, sustenta carne de panela e duas fatias de queijo provolone (R$ 35,90). Para arrematar, peça o brownie de chocolate com sorvete de creme, cobertura de caramelo e farofa de amendoim (R$ 15,00). Rua Almirante Delamare, 227, Tristeza, ☎ 3108-0812 (70 lugares). 18h/0h (dom. até 23h; fecha seg.). Aberto em 2014.

 

CACHORRO-QUENTE

Cachorro-Quente do R
Há 56 anos, Osmar Ferreira Labres, o seu Osmar, o proprietário, vende cachorros-quentes com os mesmos ingredientes: salsicha, ervilha, salsa, queijo ralado, azeite de oliva, mostarda, ketchup e um molho artesanal criado pela mãe dele. Montados em pães assados na casa, os lanches são preparados nas versões míni (com uma salsicha, R$ 9,50, e com duas, R$ 10,00) ou grande (com duas salsichas, R$ 12,00, e com três, R$ 12,50). É possível substituir o embutido por linguiças variadas — nesse caso, os lanches passam a custar R$ 12,50 o míni e R$ 15,00 o grande. Praça Dom Sebastião, 2, Independência, ☎ 3224-8000. 11h/0h. Aberto em 1962.

Confeitaria Princesa
É em geral de olho nas empadas de massa folhada com recheio de frango ou camarão (R$ 9,50) que boa parte da clientela se dirige ao balcão do estabelecimento. Mas a estrela da casa continua a ser o cachorro-quente feito com salsicha, molho de tomate e creme de mostarda no pão caseiro (R$ 10,50). Entre as sobremesas, faz enorme sucesso a torta que combina chocolate branco e preto e massa de pão de ló (R$ 15,00 a fatia). Rua dos Andradas, 1812, centro, ☎ 3225-5231 (15 lugares). 8h30/18h30 (fecha sáb. e dom.). Aberto em 1960.

Dog da República
Instalado numa das carrocinhas mais tradicionais da cidade, seduz quem procura driblar a fome de maneira rápida e sem gastar muito. O lanche aqui é bem recheado, com milho, ervilha, mostarda, ketchup, maionese, queijo ralado, batata palha e molho de tomate caseiro. E pode vir com uma (R$ 7,00), três (R$ 9,00) ou até quatro (R$ 10,00) salsichas. A versão que leva linguiça sai a R$ 10,00. Rua da República, s/no, Cidade Baixa, ☎ 3228-3846. 10h30/2h30. Aberto em 1987.

 

SALGADOS

Croasonho
Aposta mais recente da rede que se espalha por dezesseis estados, o croaburger junta a massa da casa, que lembra um croissant mas não é exatamente o clássico francês, a um disco de 100 gramas de carne bovina. Com cheddar, alface, tomate e molho parmesão, a combinação sai a R$ 15,90; com bacon, cheddar e anéis de cebola, a R$ 17,90. As duas opções são acompanhadas por batatas chips. Os croasonhos também recebem recheios como frango em cubos, palmito, rúcula, mussarela, queijo prato, provolone, gorgonzola e parmesão (R$ 20,95). Uma das versões doces combina baunilha e biscoito Negresco triturado com chocolate ao leite ou branco e sorvete de morango, chocolate ou creme (R$ 22,95). Rua General Iba Mesquita Ilha Moreira, 305, loja 201, Boa Vista, ☎ 3072-5079 (24 lugares). 11h30/22h (dom. e feriados a partir das 16h). Mais seis endereços. Aberto em 2011.