Clique e assine a partir de 9,90/mês

Onde comer boas pizzas em Goiânia

Confira os endereços da categoria que valem a visita

Por Camila Sayuri, Eula Lôbo, Geovane Gomes, Juliana Koch, Natália Ribeiro, Vinicius Tamamoto e Yuri Lopes - Atualizado em 28 out 2017, 13h05 - Publicado em 28 out 2017, 04h00

O roteiro a seguir, com oito estabelecimentos, integra a edição de VEJA COMER & BEBER GOIÂNIA 2017/2018:

Pitigliano: eleita a melhor pizzaria pelo júri
Eis uma categoria que sempre dá o que falar, principalmente em um cenário como o de Goiânia, onde não são poucos os endereços para comer boas pizzas. Em uma votação acirrada, a Pitigliano consagrou-se como a favorita
do júri de VEJA COMER & BEBER pela sexta vez. O cuidadoso trabalho do time de pizzaiolos, masseiros e forneiros é avistado pelo cliente assim que ele cruza a porta do casarão instalado em uma esquina da Avenida Portugal. A intensa produção no forno a lenha, separado do salão por uma parede envidraçada, chega a 500 discos nos dias de maior movimento. A espessura da massa pode ser mais grossa ou fininha e crocante, como prefere a maioria dos frequentadores. Entre as coberturas, há 54 opções no cardápio, mas são as tradicionais que lideram os pedidos. Margherita (R$ 64,90), calabresa, frango com catupiry e portuguesa (R$ 69,90 ada uma), por exemplo, saem uma atrás da outra. Das criações autorais, nenhuma bate a cortona (R$ 75,90), que combina mussarela, aspargo fresco puxado no azeite, crocante de presunto cru e ovos estalados. Vinhos e cervejas especiais como a Czechvar (R$ 23,90; 500 mililitros), produzida na República Checa, compõem a oferta de bebidas. Se sobrar apetite, peça um petit gâteau (R$ 20,90) para o arremate. Avenida Portugal, 539, Setor Oeste, (62) 3215-5959 (350 lugares). 18/0h (sex. e sáb. 18h/1h). Aberto em 2000. $$

2º lugar: Casa São Paulo Pizzaria
Pastilhas pretas e brancas reproduzem calçadas de São Paulo, cidade também homenageada no nome de algumas pizzas. A chamada pinheiros reúne mussarela, brócolis, alho frito, bacon, catupiry e parmesão (R$ 76,00), enquanto a brooklyn leva mussarela, lombo picante, abacaxi picado e molho barbecue (R$ 74,00). A margherita de napoli é feita como manda a cartilha napolitana, com mussarela usada com comedimento (R$ 74,00). De segunda a quinta-feira, enquanto petiscam o corniccione de alho (R$ 24,00, para quatro pessoas), os clientes aproveitam uma promoção de vinhos, que garante 10% de desconto em qualquer rótulo. Para beber, também há suco de laranja com morango (R$ 11,20). Alameda Dom Emanuel Gomes, 335, Setor Marista, (62) 3281-2545 (180 lugares). 18h/0h (dom. até 23h30). Aberto em 1999. Aqui tem iFood. $$

3º lugar: Pizzarella
O pizzaiolo Wendel Marques está à frente da casa, que funciona há mais de 25 anos. Do forno à lenha saem os sabores calabresa (R$ 62,00), portuguesa (R$ 64,00) e estrogonofe (R$ 65,00). Além das pizzas, receitas de acento italiano constam no cardápio, como a lasanha à bolonhesa (R$ 48,00, para duas pessoas). Para acompanhar os pratos, é muito solicitado o chope Brahma (R$ 9,00). Rua 90, 195, Setor Sul, (62) 3281-7763 (250 lugares). 18h/0h (sex. até 1h; sáb. 11h/1h; dom. 11h/0h). Rua 15, 2208, Setor Marista, (62) 3241-3833 (200 lugares). 18h/0h (sex. até 1h; sáb. 11h/1h; dom. 11h/0h). Aberto em 1978. Aqui tem iFood. $

Fabbrica di Pizza
Nas cinco unidades da rede os pedidos recaem principalmente sobre as pizzas, que podem ser feitas com massa extrafina, fina ou média. Entre as coberturas mais solicitadas estão a burrata ao pesto, que leva também tomate-cereja e manjericão (R$ 68,80), e a caprese, com mussarela de búfala, mussarela, rodelas de tomate, pesto de azeitona preta e manjericão (R$ 65,80). Menos convencional, a de carne-seca desfiada com catupiry, pimentão e mandioquinha frita custa R$ 68,80. Além das pizzas, o menu relaciona alguns pratos, a exemplo do fettuccine com camarão (R$ 84,50). Para beber, a maioria dos clientes opta pelo chope Devassa (R$ 8,90 a caneca). Avenida T-11,
451, Setor Bueno, (62) 4002-2009 (420 lugares). 18h/0h. Mais quatro endereços. Aberto em 2001. Aqui tem iFood. $$

Mamma Donna Pizza & Cucina
A especialidade da casa são as pizzas, servidas exclusivamente no jantar. Assadas em forno a lenha, são preparadas em setenta versões, a exemplo da carbonara, que leva pancetta, ovo cozido, parmesão e pecorino (R$ 74,00, com oito pedaços). O cardápio do jantar também inclui massas como o fettuccine à bolonhesa (R$ 22,90) e carnes, a exemplo do filé-mignon à parmigiana, com arroz e batata frita (R$ 72,00, para duas pessoas). No almoço, a casa monta um variado bufê (R$ 47,90 o quilo durante a semana e R$ 56,90 aos sábados, domingos e feriados), com pratos quentes e frios. Rua 61, 191, Jardim Goiás, (62) 3998-1500 (225 lugares). 11h/14h e 18h/0h (sex. a dom. almoço 11h30/15h). Aberto em 2014. $$

Pizza na Pedra
Criada em 1987, a casa oferece 35 coberturas e também espessuras diferentes de massa e bordas recheadas com cheddar ou mussarela. Molho de tomate, mussarela, presunto, bacon e ovo compõem a americana, vendida por R$ 62,90. O mesmo preço é cobrado pela pancipena, com molho de tomate, mussarela, calabresa, milho, ervilha, bacon, ovo e cebola. Rua 115, quadra F-41-A, lote 9, (62) 3278-5151 (70 lugares). 18h/0h. Aberto em 1987. Aqui tem iFood. $

Pizzaria Cento e Dez
Tradicional na cidade, a pizzaria serve coberturas como a à moda da casa, com presunto, ovo e mussarela (R$ 67,00) e pizzas com carne, a exemplo da que leva filé-mignon ao molho madeira, mussarela e cogumelo-de-paris (R$ 83,00) e da que reúne carne-de-sol, mussarela, queijo de coalho e manteiga do sertão (R$ 83,00). Na seleção doce, a pizza de banana com canela e mussarela custa R$ 63,00. Rua 3, 1000, Setor Central, (62) 3225-5070 (100 lugares). 18h/0h. Aberto em 1966. Aqui tem iFood. $

Scarolla Pizzaria
Um dos endereços mais tradicionais da cidade, a matriz da marca foi inaugurada no centro, em 1977. De lá para cá, muita coisa mudou, mas o cardápio permanece valorizando coberturas clássicas, sem muita invencionice. A calabresa, a portuguesa, a de frango com catupiry e a à moda, com mussarela, presunto, ovos e azeitona (R$ 64,90) são algumas das mais pedidas. Todas as redondas são feitas com massa fina e assadas no forno a lenha, inclusive a de brigadeiro, sugestão de sobremesa (R$ 58,90). Para beber, há cerveja Original (R$ 11,90). Avenida Tocantins, 498, centro, (62) 3223-3200 (188 lugares). 11h/15h e 18h/0h. Alameda Ricardo Paranhos, 439, Setor Marista, (62) 3541-7000 (230 lugares). 18h/0h (sáb. e dom. também almoço 11h/15h). Aberto em 1977. Aqui tem iFood. $

Publicidade