Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Onde assistir aos filmes e séries indicados ao Globo de Ouro

No conforto do lar ou na tela do cinema: confira como ver os principais títulos indicados ao badalado prêmio americano

Por Raquel Carneiro - Atualizado em 13 dez 2019, 16h58 - Publicado em 13 dez 2019, 09h00

Badalada premiação da TV e do cinema americano, o Globo de Ouro se prepara para entregar os troféus de sua 77ª edição: a cerimônia acontece no dia 5 de janeiro de 2020. Estão na disputa filmes de veteranos como Martin Scorsese e Quentin Tarantino, e séries populares como Fleabag e The Crown. Muitos títulos podem ser vistos no conforto de sua casa. VEJA listou onde assistir aos indicados. Confira:

 

Publicidade

Filmes

O Irlandês

Onde assistir: Netflix
Indicações: melhor filme dramático, direção, roteiro e ator coadjuvante (Al Pacino e Joe Pesci).

Um dos principais filmes da premiação, O Irlandês é a grande aposta do ano da Netflix: que espera também algumas indicações ao Oscar. A plataforma de streaming produziu o elogiado longa do cineasta Martin Scorsese, que volta a mergulhar aqui no submundo dos mafiosos. Leia resenha do filme.

Publicidade

História de um Casamento

Onde assistir: Netflix
Indicações:
melhor filme dramático; atriz em drama (Scarlett Johansson); ator em drama (Adam Driver); atriz coadjuvante (Laura Dern); roteiro e trilha sonora.

Dirigido por Noah Baumbach e com as ótimas atuações de Adam Driver e Scarlett Johansson, o filme acompanha um difícil processo de divórcio. A produção que leva o selo Netflix foi a que conquistou o maior número de indicações da cerimônia, seis no total. Leia resenha do filme.


Coringa

Onde assistir: em cartaz nos cinemas
Indicações:
melhor filme dramático, ator em drama (Joaquin Phoenix); diretor (Todd Phillips); e trilha sonora

Desde que saiu premiado com o Leão de Ouro do Festival de Veneza, Coringa se tornou um fenômeno mundial de bilheteria, somando mais de 1 bilhão de dólares, e ainda segue forte rumo ao Oscar. Na trama, Joaquin Phoenix se afunda na loucura do comediante Arthur Fleck, até sua transformação no grande vilão de Gotham City. Leia resenha do filme.

Publicidade

Dois Papas

Onde assistir: cinemas e Netflix
Indicações: melhor filme dramático; ator em drama (Jonathan Pryce); ator coadjuvante (Anthony Hopkins); e roteiro.

Dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles, a produção imagina conversas particulares entre os opostos Joseph Ratzinger e Jorge Bergoglio, os papas Bento XVI e Francisco, respectivamente, pouco antes do primeiro renunciar ao cargo e deixar a porta aberta para o sucessor. A produção chega à Netflix no dia 20 de dezembro, porém, já pode ser vista em cinemas pelo país. Leia resenha do filme. 


Era uma Vez em… Hollywood

Onde assistir: aluguel disponível no Now, Google Play, Looke e iTunes
Indicações: melhor filme cômico ou musical; ator em comédia (Leonardo DiCaprio); ator coadjuvante (Brad Pitt); e diretor e roteiro para Quentin Tarantino.

Ambientado na Hollywood do fim dos anos 1960, o filme é protagonizado por Leonardo DiCaprio, que interpreta um ator em decadência, sempre acompanhado por seu dublê, vivido por Brad Pitt. Ele é vizinho de Sharon Tate (Margot Robbie), que na vida real foi assassinada por integrantes do culto liderado por Charles Manson. Leia resenha do filme.

Publicidade

Entre Facas e Segredos

Onde assistir: em cartaz nos cinemas
Indicações:
melhor filme cômico ou musical; ator em comédia (Daniel Craig); e atriz em comédia (Ana de Armas).

A produção que acaba de estrear nos cinemas brasileiros é protagonizada por Daniel Craig. Ele dá vida a um investigador que tenta desvendar o suposto suicídio de um milionário. Seguindo o padrão Agatha Christie, que estabeleceu a dúvida whodunit (“quem matou”) na ficção, o longa faz uma homenagem à autora inglesa com uma pitada de sátira ao estilo. Leia resenha sobre o filme.


Rocketman

Onde assistir: aluguel disponível no Now, Google Play e iTunes
Indicações: melhor filme musical ou cômico; melhor ator de musical (Taron Egerton); e melhor canção original, para I’m Gonna Love Me Again.

A cinebiografia musical acompanha a vida do cantor Elton John, das aulas de piano clássico na infância tímida até o explosivo showman que estourou nos palcos do mundo, passando por sua relação intensa com a mãe e o vício em drogas. Leia resenha do filme.

Publicidade

Meu Nome é Dolemite

Onde assistir: Netflix
Indicações: melhor filme musical ou cômico e melhor ator (Eddie Murphy).

Grande retorno de Eddie Murphy ao posto de protagonista de uma comédia, o filme narra a história real de Rudolph Frank Moore (1927-2008). O comediante fez sucesso nos Estados Unidos dos anos 1970, nos palcos de stand-up e depois no cinema, com seu humor ácido e um forte tom de baixaria. Leia resenha do filme.


Parasita

Onde assistir: em cartaz nos cinemas
Indicações: melhor filme em língua estrangeira; melhor diretor e roteiro para Bong Joon-ho.

Há mais de um mês em cartaz, ainda dá para encontrar o incrível filme sul-coreano em alguns cinemas no Brasil. Dirigido por Bong Joon-ho, o longa tragicômico acompanha a história de duas famílias que, aos poucos, se envolvem numa trama cheia de surpresas. Leia resenha do filme.

Publicidade

Ford vs Ferrari

Onde assistir: em cartaz nos cinemas
Indicação:
melhor ator em drama (Christian Bale).

Christian Bale interpreta o piloto inglês Ken Miles, que, em 1966, tinha a missão de bater a todo-poderosa Ferrari nas 24 Horas de Le Mans, uma das provas mais desgastantes do automobilismo mundial, com um carro da Ford. O longa traz ainda Matt Damon como o desenvolvedor de carros Carroll Shelby. Leia resenha do filme.


Dor e Glória

Onde assistir: aluguel disponível no Now, Google Play, Looke e iTunes
Indicações: melhor filme em língua estrangeira e melhor ator em drama (Antonio Banderas).

Um dos melhores filmes de Pedro Almodóvar nos últimos anos, o longa é estrelado por Antonio Banderas, que interpreta uma versão do próprio Almodóvar na tela. Na ficção que bebe da realidade, Banderas é um cineasta em crise criativa. A obra percorre o passado do excêntrico personagem, que viveu em uma comunidade humilde em uma pequena cidade da Espanha, criado pela mãe (vivida por Penélope Cruz). Leia resenha do filme.

Publicidade

Fora de Série

Onde assistir: aluguel disponível no Now, Google Play, Looke e iTunes
Indicação: melhor atriz de musical ou comédia (Beanie Feldstein).

Uma das surpresas do ano, a comédia acompanha uma noitada de duas amigas superdedicadas aos estudos, e que decidem viver loucamente em sem regras por pelo menos por um dia. A produção marca a estreia da atriz Olivia Wilde (a Thirteen, de Dr House) na direção de um longa-metragem.


As Golpistas

Onde assistir: em cartaz nos cinemas
Indicação: melhor atriz coadjuvante (Jennifer Lopez)

Jennifer Lopez interpreta uma stripper que, durante a crise econômica de 2008, bola um plano juntamente com outras colegas de profissão para tirar dinheiro dos clientes – ideia que, aos poucos, culmina em ações criminosas. A produção acaba de estrear nos cinemas brasileiros banhada em elogios da crítica. Leia resenha do filme.

Publicidade

Como Treinar seu Dragão 3

Onde assistir: aluguel disponível no Google Play e iTunes
Indicação: melhor animação.

O episódio que, ao que parece, encerra a parceria entre o viking Soluço e o dragão Banguela, é tão adorável e emotivo quanto os dois filmes anteriores – o primeiro, aliás, venceu o Globo de Ouro de melhor animação. Leia resenha do filme.


Toy Story 4

Onde assistir: aluguel disponível no Now, Google Play, Looke e iTunes
Indicação:
melhor animação.

Woody e a turma de brinquedos mais querida das animações retornam em uma quarta aventura: agora, a trupe deve convencer um garfo de plástico, transformado em brinquedo, que ele não é mais um lixo a ser descartado, e sim um objeto amado por uma criança. Leia resenha do filme.

Publicidade

O Rei Leão

Onde assistir: aluguel disponível no Now, Google Play, Looke e iTunes
Indicações: melhor animação e canção original, para Spirit.

Versão super-realista do clássico O Rei Leão, de 1994, a produção acompanha a saga de Simba, um filhote perseguido pelo tio, sedento por poder. Na versão original em inglês, o elenco de vozes conta com nomes como Donald Glover, Beyoncé e Seth Rogen. Leia resenha do filme.


 

Publicidade

Séries de TV

 

Publicidade

Big Little Lies

Onde assistir: HBO, HBO Go, Now
Indicações: melhor série dramática; atriz em drama (Nicole Kidman); e atriz coadjuvante (Meryl Streep).

Big Little Lies nasceu de forma limitada – ou seja, deveria ser apenas uma temporada, baseada no livro de mesmo nome da autora Liane Moriarty. O sucesso foi tanto que a HBO fez uma segunda temporada: e ganhou o reforço de Meryl Streep no elenco. Na pele de uma ardilosa avó, que tenta tirar a guarda dos filhos da personagem de Nicole Kidman, Meryl conquistou uma indicação e bateu o próprio recorde como a atriz mais aclamada da história do Globo de Ouro, com 32 nomeações no total. Leia resenha sobre a série.


The Crown

Onde assistir: Netflix
Indicações: melhor série dramática; atriz em drama (Olivia Colman); ator em drama (Tobias Menzies); e atriz coadjuvante (Helena Bonham Carter).

A terceira temporada da premiada série da Netflix trocou de elenco para acompanhar o reinado da Rainha Elizabeth II entre os anos 1960 e 1970. Olivia Colman agora dá vida à soberana, que lida com um conturbado período político da história da Inglaterra, enquanto tenta manter o prumo no Palácio, com sua família em constante ebulição.  Leia resenha sobre a série.

Publicidade

Killing Eve

Onde assistir: Globoplay
Indicações: melhor série dramática e atriz em drama (Jodie Comer).

A obsessão entre a agente de inteligência britânica Eve (Sandra Oh) e a assassina impiedosa Villanelle (Jodie Comer) é das mais saborosas e absurdas da TV atual. Sandra conquistou uma estatueta na premiação do ano passado, pela primeira temporada, como melhor atriz: categoria que agora Jodie corre como favorita.  Leia resenha sobre a série.


The Morning Show

Onde assistir: Apple TV
Indicações: melhor série dramática; e melhor atriz em drama (Jennifer Aniston e Reese Witherspoon).

A série estrelada por Jennifer Aniston, Reese Witherspoon e Steve Carell mostra os bastidores de um programa de televisão exibido no horário matinal nos Estados Unidos. A produção, porém, mais fez barulho do que sucesso, mesmo assim foi indicada ao Globo de Ouro, dando à Apple sua primeira menção na festa. Leia resenha sobre a série.

Publicidade

Succession

Onde assistir: HBO e HBO Go
Indicações: melhor série dramática; ator em drama (Brian Cox); e ator coadjuvante (Kieran Culkin).

A aclamada série sobre o clã dos Roy e sua fortuna inestimável, construída sobre um conglomerado de comunicação, tem crescido entre as premiações. Se no ano passado foi indicada apenas na categoria de ator coadjuvante, com Kieran Culkin, agora concorre a três prêmios na cerimônia de janeiro. Leia resenha sobre a série.


Barry

Onde assistir: HBO e HBO Go
Indicações:
melhor série de musical ou comédia; ator cômico (Bill Hader); e ator coadjuvante (Henry Winkler).

Um assassino de aluguel se encanta pelo teatro e decide abandonar a vida de crime para ser ator – pena que o mundo do crime não está disposto a deixá-lo em paz. A série cômica da HBO é muito bem escrita, mas ganha força nas atuações do elenco, que conquistou duas indicações.

Publicidade

Fleabag

Onde assistir: Amazon Prime Video
Indicações: melhor série de musical ou comédia; atriz cômica (Phoebe Waller-Bridge); e ator coadjuvante (Andrew Scott).

Série sensação do ano – que saiu premiadíssima do Emmy – pode ganhar mais troféus com o Globo de Ouro. Na trama, uma mulher de 30 e poucos anos (Phoebe) lida com a complicada família e uma paixão proibida por um padre (interpretado por Scott). Leia resenha sobre a série.


O Método Kominsky

Onde assistir: Netflix
Indicações:
melhor série de musical ou comédia; ator cômico (Michael Douglas); ator coadjuvante (Alan Arkin).

Na segunda temporada do programa, Norman (Arkin) e Sandy (Douglas) continuam a lidar com os dilemas da idade avançada. O primeiro, porém, vê um novo sentido para a vida ao reencontrar um antigo amor, enquanto o segundo se recusa a aceitar as idiossincrasias da nova fase. Leia resenha sobre a série.

Publicidade

The Marvelous Mrs. Maisel

Onde assistir: Amazon Prime Video
Indicações:
melhor série de musical ou comédia e atriz cômica (Rachel Brosnahan).

Uma mulher recatada e do lar decide jogar tudo para o alto após o divórcio e se tornar comediante de stand-up, na Nova York da década de 1950. O seriado é queridinho do Globo de Ouro, tanto que sua protagonista, Rachel Brosnahan, ganhou nos dois últimos anos o troféu de melhor atriz cômica. Leia resenha sobre a série.


The Politician

Onde assistir: Netflix
Indicações: melhor série musical ou comédia e ator cômico (Ben Platt).

O programa que marca a estreia do bombado produtor Ryan Murphy (de Glee, American Horror Story) na Netflix mostra como os podres da política estão não só em lugares como a Casa Branca, mas também num colégio de adolescentes. A trama gira em torno de Payton (Ben Platt), em campanha pelo título de presidente do grêmio estudantil – um primeiro passo, por assim dizer, obrigatório para que ele se torne no futuro presidente dos Estados Unidos. Leia resenha sobre a série.

Publicidade

Chernobyl

Onde assistir: HBO e HBO Go
Indicações: melhor série limitada; ator em série limitada (Jared Harris); e coadjuvantes (Stellan Skarsgård e Emily Watson).

A minissérie em cinco capítulos explora os absurdos do maior acidente nuclear da história, ocorrido em Chernobyl, na região da Ucrânia, em 26 de abril de 1986. A produção levou dez prêmios no Emmy deste ano – boa parte em categorias técnicas. Agora, no Globo de Ouro, ela é favorita ao prêmio de série limitada. Leia resenha sobre a série.


Fosse/Verdon

Onde assistir: Fox
Indicações: melhor série limitada; ator em série limitada (Sam Rockwell); e atriz em série limitada (Michelle Williams).

Bob Fosse foi um influente e complicado coreógrafo que marcou época ao lado da dançarina da Broadway Gwen Verdon, nos Estados Unidos nos anos 1970. Os dois foram um casal e depois amigos inseparáveis. A relação e o brilhantismo da dupla são tema da série da Fox.

Publicidade

Inacreditável

Onde assistir: Netflix
Indicações:
melhor série limitada; atriz em série limitada (Merritt Wever e Kaitlyn Dever); e atriz coadjuvante (Toni Collette).

Baseada em uma reportagem premiada, a série narra a história de uma vítima de estupro desacreditada pela polícia. Um salto no tempo e uma nova investigação mostram que a história é mais complicada do que parece. Atuações de tirar o fôlego são o trunfo do programa. Leia resenha sobre a série.

Publicidade