Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

‘O Outro Lado’: a justa vingança ‘feminista’ de Clara sobre Gael

No capítulo desta terça-feira, a mocinha armou uma armadilha e colocou o ex-marido agressor atrás das grades

Por redação - Atualizado em 20 dez 2017, 11h40 - Publicado em 20 dez 2017, 11h39

A vingança de Clara (Bianca Bin) adquiriu um tom feminista – e de justiçamento – no capítulo desta terça-feira de O Outro Lado do Paraíso. Ao perceber que o ex-marido, Gael (Sergio Guizé), estava usando o filho deles para se reaproximar, Clara marcou de encontrá-lo em casa, onde, como previa, ele partiu para a agressão na tentativa de submetê-la às suas vontades.

Gael não contava, porém, em ter testemunhas no local: os fiéis escudeiros da mocinha, Patrick (Thiago Fragoso), sobrinho-neto de Beatriz (Nathalia Timberg), a amiga que ela fez no hospício, e Radu (Thiago Thomé). Os dois tiraram Gael de cima de Clara e o levaram diretamente para a delegacia, onde o impoluto Bruno (Caio Paduan) o pôs atrás das grades. Na cadeia, o p0layboy vai apanhar dos colegas de cela por seu histórico de agressão contra mulheres.

Para quem sofreu ao assistir à primeira fase da novela da Globo, ocorrida dez anos antes, a vingança de Clara contra Gael tem um sabor especial. Nos primeiros episódios de O Outro Lado do Paraíso, a mocinha apanhou de todos os modos: no rosto, nos braços, chegou a ser atirada pela escada pelo marido, mas insistiu no casamento porque amava o playboy interpretado por Guizé e achava que ele poderia mudar.

A primeira etapa da trama, em que Clara, além de apanhar foi apartada do filho e trancafiada em um longínquo hospício sem previsão alguma de alta, foi tão pesada que chegou a afugentar o público. A audiência vem subindo desde que a mocinha iniciou seu plano de vingança contra os que a enganaram, roubaram suas terras para explorar esmeraldas e a isolaram do mundo e do filho, adotado pela cunhada Lívia (Grazi Massafera). Clara perdeu contato com o garoto quando ele ainda era um bebê e, além de executar um gigantesco plano de vingança contra a ex-sogra, o psiquiatra que forjou seu laudo e o juiz que lhe deu aval, ela luta para reconquistar o menino.

Publicidade

Na semana passada, embalada por esses planos, O Outro Lado do Paraíso marcou 39 pontos de média na Grande São Paulo, 8 pontos a mais que na semana de estreia.

Publicidade