Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo ‘The Voice Brasil’ vai dar 2ª chance a ex-participantes

Haverá, ainda, participante se apresentando atrás de uma cortina e programa exclusivo na web. A terceira temporada estreia no próximo dia 18, quinta-feira

Foi com certa relutância que Tiago Leifert apresentou as novidades da terceira temporada do The Voice Brasil, em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, no Projac. Olhando todo momento para o diretor geral, Creso Macedo, conseguiu autorização para contar que alguns participantes vão se apresentar atrás de uma cortina, na etapa de audições às cegas, para que nem o público de casa veja de quem se trata.

LEIA TAMBÉM:

Com novo penteado, Claudia Leitte faz cosplay de Susana Vieira

“Ele só vai ser revelado ao fim da apresentação ou se alguém virar a cadeira. Assim, o telespectador vai poder se sentir um pouco técnico também”, explicou, animado. “Vamos nos vingar”, brincou Claudia Leitte, que segue firme e forte no quarteto de tutores ao lado de Lulu Santos, Daniel e Carlinhos Brown.

Este ano, eles terão um desafio diferente: vozes que já passaram pelo programa nas edições anteriores subirão ao palco mais uma vez para a Segunda Chance. Nenhum nome foi adiantado, nem o número de ex-participantes convidados, mas Tiago garantiu que as repercussões nas redes sociais serão levadas em consideração. Dom Paulinho Lima – que teve uma saída controversa na temporada passada – foi citado por um dos jornalistas. O apresentador se recusou a confirmar ou negar.

“Quando a pessoa vem se apresentar por um minuto e meio são muitas variáveis em jogo, que podem melhorar ou piorar a sua performance. A gente acha que algumas delas merecem nova oportunidade”, destacou. “Então, corre o risco de não virarmos para uma pessoa que aprovamos no passado?”, quis saber Daniel. Pelo visto, sim.

Enquanto lutava para tirar da cabeça um hit de Lulu ensaiado minutos antes (Toda Forma de Amor), Brown lembrou Juju Gomes, backing vocal de currículo extenso – o qual inclui o próprio baiano e também Claudia Leitte -, mas que não passou das audições na edição passada. “Foi um momento muito constrangedor, porque eu conheço o trabalho dela. Mas a música escolhida (Ideologia, de Cazuza) foi errada”, lamentou o técnico.

“Isso só prova que não sabemos nada mesmo do candidato antes de virar a nossa cadeira”, frisou Daniel, recordando também um participante que se arrepende de ter reprovado. “Era um sertanejo que conheço há anos, e se apresentou na primeira temporada. Nunca mais o vi, espero que não tenha ficado chateado”, completou.

Leia também:

Leia também: Di Ferrero e Dudu Nobre vão reforçar o ‘The Voice Brasil’

Concorrentes – O limite de idade para um candidato se inscrever baixou para 16 anos. Lulu acredita que isso deve dificultar ainda mais o trabalho dos técnicos que, nas audições, só tem a voz para se apegar. “Nossa maior dúvida, muitas vezes, é saber o sexo da pessoa que está cantando. Com a faixa etária menor, essa dificuldade tende a ser maior. É uma tensão muito grande ser privado de um dos nossos sentidos”, contou.

Outra mudança, essa mais sutil, foi mostrada: a disposição das cadeiras. Agora, Claudia e Brown ficam nas pontas, com Lulu e Daniel no meio – exatamente o inverso do que vinha sendo feito até agora. “Parece pouco, mas vocês vão ver um resultado muito melhor durante o programa”, prometeu Tiago.

Internet – A novidade no time principal é Fernanda Souza, que ficará nos bastidores e terá um programa exclusivo na web. “Todas as terças, à noite, vamos entrar ao vivo, com convidados e imagens dos ensaios e das gravações. O primeiro a participar é o Titi (apelido dado por Lulu a Leifert), mas teremos também alguns dos candidatos e até ex-participantes”, adiantou a atriz.

O The Voice Brasil se mantém no horário nobre da quinta-feira, depois da novela Império. Neste dia, meia hora antes de o programa ir ao ar, Fernanda deve voltar à web em uma espécie de “esquenta, para chamar a galera das redes sociais a participar”. A terceira temporada estreia no próximo dia 18.