Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova HQ revela que Capitão América, na verdade, é um vilão

Na trama, personagem se revelará como um agente infiltrado da organização criminosa Hidra, de origem nazista

Capitão América, quem diria, não é o herói que todos pensavam. Em uma nova série em quadrinho, Captain America: Steve Rogers, lançada pela editora Marvel nesta quarta-feira, descobre-se que o personagem patriota é um agente infiltrado da Hidra, organização criminosa derivada do nazismo.

Como o mundo das HQs é repleto de reviravoltas nonsense, o roteirista da história, Nick Spencer, fez questão de limar qualquer teoria conspiratória que possa surgir: “Não se trata de um clone, ou um falsário, de controle de mente ou algo do tipo. É realmente o Steve Rogers, o Capitão América original”, disse à revista americana Entertainment Weekly. De acordo com ele, a segunda edição vai explicar muita coisa sobre todo o processo do passado do personagem.

LEIA TAMBÉM:

‘Capitão América: Guerra Civil’: as diferenças entre o filme e a HQ

Capitão América e Homem de Ferro: 50 anos de brigas nas HQs

Os planos da Marvel após ‘Capitão América: Guerra Civil’

Em nova HQ, Marvel transforma o herói Thor em mulher

Ao site da revista Time, Tom Brevoort, editor executivo da Marvel, corroborou a história que seguirá como linha oficial, e disse que a trama estava sendo concebida há dois anos. Logo, dicas da revelação foram dadas ao longo de outras revistas desde então.

A mudança chega para “comemorar” o aniversário de 75 anos do personagem, e também servirá como uma crítica metafórica da Marvel em relação ao candidato americano Donald Trump. “Nick Spencer, o roteirista, é muito interessado em política. Ele está acompanhando essa eleição bem de perto. Então podemos falar de política nas revistas de uma maneira metafórica”, diz Brevoort. “Qualquer paralelo que você perceber com situações reais ou imaginárias, de pessoas vivas ou mortas, é, provavelmente, intencional, mas não literal.”

Vale lembrar que quando nasceu, em 1941, o Capitão América serviu como reflexo do tempo político da época, como um símbolo da luta dos aliados contra o nazismo durante a II Guerra Mundial.

Capa da primeira edição da nova série em quadrinhos do Capitão América Capa da primeira edição da nova série em quadrinhos do Capitão América

Capa da primeira edição da nova série em quadrinhos do Capitão América (/)

(Da redação)